Mulher Baniwa na roça de pimenta de sua comunidade, no Içana. Crédito: Beto Ricardo/ISA

Pimenta Jiquitaia Baniwa para corpo e alma

De corpo e alma

Cuia com variedade de pimentas Baniwa frescas. Crédito Roberto Linsker/Terra Virgem

“Funciona como um escudo-espada, um adorno-poder, invisível, para proteger contra a agressividade dos espíritos causadores de doenças”, explica o ecólogo Adeilson Lopes da Silva, sobre a importância da pimenta nos rituais de iniciação dos jovens indígenas Baniwa

Nos rituais de passagem meninos e meninas experimentam o fruto para proteção e purificação de seus corpos. Crédito Renato Martelli Soares/ISA

Tradição milenar

Comunidade Tucumã rupitá, no Rio Içana, onde em 2005 as mulheres Baniwa decidiram pela comercialização da jiquitaia no sudeste, como alternativa para o desenvolvimento sustentável das comunidades. Crédito Beto Ricardo/ISA
Dona Florinda Emilia (1933–2015) em seu jardim de pimentas em São José do Rio Içana (in memorian). Crédito Roberto Linsker/Terra Virgem

As Casas da Pimenta

Variedades de pimentas secas que serão piladas, peneiradas. Veja na sequência abaixo. Crédito Rogerio Assis
Inauguração da quarta Casa da Pimenta, na comunidade Yamado, em frente à São Gabriel da Cachoeira, em 2015. Da esq. para a dir, os chefs Felipe Schaedler, Bela Gil, e Alex Atala ao centro, acompanhados das mulheres Baniwa da comunidade. Crédito Beto Ricardo/ISA
Inauguração da primeira Casa da Pimenta na comunidade Tunuí Cachoeira, no Médio Rio Içana, em 2013. Crédito Beto Ricardo/ISA
Segunda Casa da Pimenta, em Ucuqui Cachoeira, inaugurada em 2014, no Alto Rio Ayari. Crédito Roberto Linsker/Terra Virgem
A terceira Casa da Pimenta foi inaugurada em 2015 na Escola Pamáali, no Alto Rio Içana.Crédito Carolina Morelli
Graciela Brazão é uma das jovens gerentes indígenas que cuidam de organizar a produção e distribuição. Crédito Roberto Linsker/Terra Virgem
Crédito Roberto Linsker/Terra Virgem

Histórias Socioambientais

Histórias que focam na defesa de bens e direitos sociais, coletivos e difusos relativos ao meio ambiente, ao patrimônio cultural e aos direitos dos povos!

Instituto Socioambiental

Written by

O ISA tem como foco central a defesa de bens e direitos sociais, coletivos e difusos relativos ao meio ambiente, ao patrimônio cultural e aos direitos dos povos

Histórias Socioambientais

Histórias que focam na defesa de bens e direitos sociais, coletivos e difusos relativos ao meio ambiente, ao patrimônio cultural e aos direitos dos povos!