De La Soul de volta é a resistência da velha guarda

De La Soul está próximo de completar 30 anos de carreira (Foto: Roger Kisby/Getty Images)

Os veteranos de Nova York estão de volta. O grupo De La Soul, fundado em 1987 por Posdnuos, Dave e Maseo lançou em junho de 2016 seu novo trabalho, o álbum “and The Anonymous Nobody…” depois de doze anos sem um disco completo do trio.

Apesar disso, De La Soul esteve presente na infância e adolescência de muita gente, mesmo que de forma anônima. Contribuíram na trilha sonora de diversos filmes famosos dos anos 90 como MIB — Homens de Preto, Onze Homens e um Segredo e Joe e as Baratas, além da série de TV Todo Mundo Odeia o Chris e dos jogos de videogame Tony Hawk’s Pro Skater 4 e NCAA Football 2006.

Plug One, Two e Three não lançavam um álbum desde 2004 (Foto: Davjd Corio/Getty Images)

The Grind Date havia sido o último álbum de estúdio lançado pelo De La Soul em 2004. Tanto tempo fora do ‘’jogo’’ deixou o trio um pouco distante dos holofotes. Inclusive discutiu-se nos EUA sobre essa ausência do grupo nas plataformas digitais, pois problemas de direitos autorais e samples com a Warner (detentora de grande parte do material do grupo) ainda atrapalham a entrada do trio no mercado digital.

A campanha do novo álbum veio em 2015 através de financiamento coletivo no Kickstarter, sendo a segunda campanha musical com mais contribuições na história do site (pouco mais de 600 mil dólares). Além do disco, o grupo lançou também um minidocumentário chamado de “We’re Still Here (now) — a documentary about nobody” onde mostram todo o processo de criação do novo trabalho, acompanham os tours do trio e mostram entrevistas com os rappers. Tudo em paralelo com o financiamento coletivo que ultrapassou e muito os 110 mil dólares pedidos inicialmente na campanha.

O novo trabalho tem features como 2 Chainz, Snoop Dogg, Usher, entre outros. Basicamente, o álbum traz o que o grupo fez ao longo de toda a carreira: rimas, boom-bap e um estilo característico dos anos 90. Uma das coisas mais curiosas sobre esse álbum é que ao invés de utilizar uma grande quantidade de samples (marca registrada do trio), eles optaram por músicos de verdade na composição.

Logo que foi lançado, o disco alcançou o primeiro lugar no ranking da Billboard como disco de rap, o 12º lugar no ranking geral e o segundo lugar como álbum independente.

Em tempos de Trap e de artistas se misturando entre o Pop e o Rap, De La Soul vem para nos lembrar que é possível fazer um rap alternativo e autêntico. E era justamente isso que os fãs queriam, De La Soul puro e simples, como ficou claro na campanha de arrecadação.

A melhor notícia que esse post poderia ter é que eles virão ao Brasil em turnê com o “And the Anonymous Nobody…” O De La Soul estará em Belo Horizonte no dia 3 de novembro, no Rio de Janeiro no dia 4 e encerram sua passagem pelo Brasil em São Paulo, no dia 5 de novembro. As informações sobre compra de ingressos estão nos links dos eventos.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.