escolher o simples. #6

Desde o começo deste blog, tenho tentado compartilhar com você meu caminho de construção e de desconstrução. Não com teorias, mas com verdades que eu vivo e testo, todos os dias, na minha vida e no meu trabalho.

Como empreendedora criativa já experimentei as mais diversas situações e, por isso mesmo, eu sei que muitas coisas acabam acontecendo no meio desse caminho. Demandas extras, novas responsabilidades, desafios inesperados e muitas, muitas dúvidas. No meio disso tudo, é comum que a gente desista por achar as coisas complicadas demais.

Mas hoje eu decidi compartilhar com você como eu tenho feito pra simplificar as coisas. Sejam bem vindo(a)s às três resoluções responsáveis por eu continuar criando o que importa:

1. EU COMIGO NO PRESENTE
A primeira coisa foi aprender a esvaziar os pensamentos, me desconectar da minha mente automática, e me conectar (quantas vezes forem necessárias) aos meus objetivos, valores e missão. Faço isso meditando, praticando hobbies como ouvir música e dançar sozinha na sala. Isso me conecta com quem eu sou de verdade. E ser quem eu sou é o que me motiva a fazer qualquer coisa. Além disso, me interessa é o que eu estou fazendo AGORA, o que eu estou experimentando agora. O que vai acontecer depois não importa. O hoje é o único espaço de tempo que me pertence.

2. + HÁBITOS - TAREFAS
Você já sabe que Hábito é aquilo que a gente faz no piloto automático sem nem perceber ou se esforçar, porque já está acostumado a fazer. Isso significa que criar hábitos é mais inteligente do que só se esforçar pra cumprir tarefas. Por exemplo, eu sei quais hábitos me deixam feliz e com energia, sabendo disso, criá-los é muito mais impactante pra mim do que passar o dia eliminando coisas da minha agenda. 
Então, todos os dias eu preciso reforçar pra mim mesma que as coisas que realmente me trazem resultados, são as que me fazem feliz, as escolhas mais básicas que eu faço ao longo do meu dia. Dormir bem, assistir menos tv, prestar atenção na comida que vai no meu prato, me exercitar, beber mais água, meditar, escrever, cuidar um pouco de mim. Os melhores resultados da minha vida acontecem muito mais quando estou bem, do que quando sou “produtiva”.

3. TODO DIA
Eu tenho uma mente com mania de inventar coisas que ‘precisam’ ser feitas o tempo todo. Por outro lado, eu gosto de coisas práticas e com resultados rápidos (aposto que você também). Então, pensar que eu precisava fazer muitas coisas pra que algo acontecesse sempre me fazia, ou procrastinar, ou não conseguir ser consistente. Demorou bastante até eu entender que, pra que o meu objetivo aconteça, eu não preciso ocupar a minha mente com nada mais além de “comparecer e começar”. 
Se eu tenho um texto a escrever, meu trabalho é sentar na frente do computador e começar. Se eu tenho um desenho pra criar o meu trabalho é sentar na frente do papel e começar. Se eu tenho uma fotografia pra compor, meu trabalho é pegar a minha câmera e começar. Depois que eu me comprometi a apenas “comparecer e começar”, repetir isso todos os dias ficou muito mais fácil.

.
.
.

Gostou desse texto? Clica no ♥ abaixo e deixe seu comentário!
Me acompanhe também em:
Instagram | Facebook | Twitter | Pinterest
E, pra ser avisado em primeira-mão:
Inscreva-se!