Podre.

Tão mais fácil né, segregar o que é coletivo

Tão melhor obter ordem de quem se odeia, no recalque improdutivo da própria criação. Inútil imprópria.

A mesquinharia do parasita

Que come teus pensamentos e definha

Ninguém tem culpa da tua ignorância

Só por favor, ou se valorize ou suma e se desvalorize.

Like what you read? Give Deni Maliska a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.