O desafio dos dados da CAPES

Glauco Roberto Munsberg
Nov 4 · 3 min read

No cenário global atual, identificar o que é relevante para que sejam propostos caminhos e encontradas soluções tornou-se o desafio mais importante das organizações que trabalham com dados. Assim, recai sobre os sistemas digitais, a partir da engenharia e visualização de dados, a responsabilidade de permitir ao usuário realizar insights partindo das diversas fontes de dados que alimentam esses sistemas. O design thinking, utilizado pela Indeorum, é um conjunto de ideias que auxilia nesse processo, pois coloca o usuário como centro da criação, possibilitando e facilitando a criação de soluções a partir da sua interação com seu problema e o universo de informações que há em relação àquele problema.

Mockup de baixa fidelidade criada pelos coordenadores. Fonte: RNP.

Dentro dos demais desafios que o universo da ciência de dados encara para a entrega deste valor ao usuário, a equipe Indeorum depara-se constantemente com a provocação da democratização dos dados e a escalabilidade da solução através de algoritmos de aprendizado de máquina.

Para o trabalho junto à CAPES e à RNP que possibilitou a criação do sistema Sucupira Painéis, a democratização dos dados foi peça chave ao permitir a qualquer usuário fazer perguntas estratégicas como: “como está a evolução do meu programa?”, “quais são os principais tópicos dos pesquisadores?”, “como se dá a distribuição da produção?”, “como estou perante os demais?”. A abordagem de transformação do conhecimento em poder de decisão, através da visualização da informação, é o que permite o maior impacto de valor aos pesquisadores, docentes e coordenadores da CAPES. Essa característica de respostas rápidas a perguntas complexas é o que, fundamentalmente, divide as soluções data-driven das soluções repositórios da informação, comumente desenvolvidas e utilizadas pelos sistemas de consulta.

Mockups de alta fidelidade criado pelo time da Indeorum a partir da interação com pesquisadores. Fonte: Indeorum.

Para este feito de transformação da informação em poder de decisão, a partir do ambiente da CAPES, com mais de sete milhões de dados em um sistema que permite ao usuário realizar insights, foi necessária a construção de uma solução robusta com uma estrutura de informação otimizada, capacitada a obter um grande volume de dados (data mining) em tempo real. Também foi necessário processar esses dados através de uma pipeline de algoritmos de aprendizado de máquina (machine learning) e de aprendizado profundo (deep learning). Assim, foi possível gerar respostas precisas, a partir de um ambiente heterogêneo da informação.

Resultado final da tela inicial do Sucupira Painéis. Fonte: Indeorum.

Junto a este desafio dos dados, coube aos nossos designers de UI/UX e de informação a função de trabalhar as diversas representações dos dados, modelando uma interface focada em usabilidade, navegação intuitiva e entrega clara dos valores levantados pelos futuros usuários na etapa do design thinking.

Leia também “Sucupira Painéis permite a visibilidade da pós-graduação brasileira”.


Indeorum

O blog Indeorum é um espaço para divulgação de notícias e resultados e um espaço para que colaboradores compartilham conhecimento sobre áreas afins.

Glauco Roberto Munsberg

Written by

Fundador e CMO da Indeorum, presidente do Candy Valley, mestre em IA pela UFPel e apaixonado por inovação.

Indeorum

Indeorum

O blog Indeorum é um espaço para divulgação de notícias e resultados e um espaço para que colaboradores compartilham conhecimento sobre áreas afins.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade