Resposta da TVI à ERC talhada a canivete nas costas de um órfão com doença terminal

O comunicado em que a TVI responde à abertura de um inquérito pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social foi escrito a canivete nas costas de uma criança órfã com doença terminal para chamar a atenção para o drama das crianças que enfrentam problemas de saúde graves sem o apoio e o carinho de uma família, provando-se assim o respeito da empresa pelo sofrimento alheio.

Nas costas do pequeno Tomé, a direção de informação considera que a sua cobertura do incêndio em Pedrógão Grande não foi mais sensacionalista do que a de outros órgãos e refere que o mais importante agora não é apontar dedos acusadores e sim fazer o que precisa de ser feito: preparar montagens de imagens de destruição e sofrimento com música triste e mostrar pessoas a chorar na televisão.

A adoção do Tomé será promovida durante todo o verão na TVI, pedindo-se a solidariedade de famílias que consigam amar uma criança com horrendas mutilações na pele das costas.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Renato Carreira’s story.