Moeda virtual conquista centenas de empresários

Empresa ganhadora de fundos da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e fundo de investimento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG). Várias empresas se beneficiam através do novo modelo de economia colaborativa implantado por XporY.com

Rafael Barbosa, sócio fundador da plataforma XporY.com. Foto. Johny Cândido

A XporY.com veio impulsionar o comércio de serviços em Goiânia e Região Metropolitana através de um modelo de negócio que é tendência nos Estados Unidos. Trata-se da economia colaborativa através da moeda virtual denominada X $, seu valor equivale a um real para cada X. Empresários e prestadores de serviços podem monetizar sua capacidade ociosa gerando um fluxo de caixa positivo, sendo esta prática prática de uma crise atual.

Rafael Barbosa, sócio fundador da XporY.com explica o site é uma plataforma de divulgação de empresas e profissionais liberais que anunciam seus produtos e serviços precificando-os na moeda interna da plataforma, que são X $ = 1 real. "Precificação e venda de postos em moeda X, nunca em reais. Para melhor compreensão acompanhe o exemplo: você está com uma empresa de tinta e comercializadora por lata de tinta por $ 100 reais, na XporY.com deve ser anunciada a 100 X $ O preço é colocado pelo produto ou serviço, correspondendo semper um real cada X ", exemplifica, Rafael.

Rafael, pontua que o empresário anunciante reúne vantagens, como alcance de pessoas, empresas, profissionais liberais, fortalecimento de marca, conquistando novos clientes sem necessidade de investir em mídias, ele é novo receita para uso de desembolsar dinheiro.

Como funciona na prática

Ocorrendo uma venda, o cliente paga os credores em X $. "Suponhamos que o empresário vendeu, uma tinta, ou uma avaliação, um plano de marketing, uma manutenção de ar condicionado ou qualquer outro produto / serviço; Todos são pagos em X $ que vai direto para um fornecedor de fornecedores em crédito X $ Vamos exportar mais um exemplo: uma gráfica vendendo dois mil dólares X $ para diversos clientes, ela passa um ter dois mil X $ de receita dentro da conta na XporY.comque podem ser usados ​​para comprar o que desejar dentro da plataforma. Então, por exemplo, você está pensando em um departamento para uma equipe, ou contratar uma empresa de RH para fazer uma perspectiva de um novo colaborador no perfil específico que ele precisa; É simples, elege o crédito em X $ e contrata o serviço, usando o crédito que foi pago a ele de outros clientes que interessaram pelo setor gráfico dele. "- explana, Ana Amélia, gerente comercial.

É permuta?

Não. Na permuta tradicional, considerando ainda o exemplo acima; O fornecedor precisa de um produto ou serviço específico que tem tem, na XporY.com há uma ampliação de possibilidade de negócio, porque quem precisa de gráfica compra de serviços, pega o produto e paga com uma moeda X, e gráfica Concessão de concessão de crédito, de compra ou de qualquer outro fornecedor cadastrado, sem uma obrigação de consumir o produto do cliente que interessa pela gráfica. Por isso, se denomina permuta multilateral, e não bilateral, porque o empresário tem uma liberdade de uso do seu crédito em X para consumir produtos diversos.

Depoimentos de quem usam uma plataforma

CLIMA (Clínica de Medicina e Segurança do Trabalho).

Alexandre Monteiro, sócio-proprietário da CLIMT (Clínica de Medicina e Segurança do Trabalho) e Controle de Praga e Vetores (PRAG), ambas localizadas na Avenida Paranaíba, número 533 e 539, Centro de Goiânia, relata que a parceria é substancial para a receita de suas empresas. “Estamos na plataforma XporY.com há quase dois anos, muitas oportunidades de negócio e divulgação surgiram, captei dezenas de clientes e comercializamos diversos serviços. Referente a CLIMT, fizemos permutas de programas de riscos ambientais, controle de saúde ocupacional, laudo de periculosidade e insalubridade, exames complementares e diversos de exames laboratoriais. Na PRAG, permutamos diversos produtos de limpeza, inseticidas domésticos, dedetização, desratização, descupinização, todo tipo de praga urbana e desentupimentos. Me considero totalmente satisfeito, principalmente pela divulgação e rapidez nos novos negócios. A XporY.com já faz parte substancial da nossa receita” — relata em tom de contentamento, Alexandre.

Fortaleza Eletromóveis, no Setor Campinas, na Rua Pouso Alto, número 725, proprietário, Dyogenes Augusto Pimenta.

Dyogenes Augusto Pimenta, proprietário da Fortaleza Eletromóveis, no Setor Campinas, na Rua Pouso Alto, número 725, conta como obteve lucros pessoais e novos negócio, “Tenho vendido bastante na XporY.com , vendo geladeiras, sofás, mesas, camas, racks, cortinas, entre outros. Na medida que fui interagindo na plataforma obtive lucros com despesas pessoais. Uma delas foi a aquisição de uma mesa, que em dinheiro custa média de 6 mil reais, comprei somente com a moeda X. Muito me orgulho do meu tratamento dentário que custaria 20 mil reais em dinheiro, fiz totalmente com os créditos X$. Consegui uma escola particular para minha filha 100% X$, antes eu pagava mil reais mensais, hoje não preciso desembolsar. Fiz viagens com minha família; estou 100% satisfeito e agradecido pelo convite para fazer parte da rede”, disse em depoimento, Dyogenes.

10% sobre o valor da compra

Ao identificar algo útil, 10% em dinheiro sobre o valor da compra em reais é direcionado à XporY.com — Por exemplo: se você vendeu 10.000 X$ para novos clientes e decide usar 500 X$ em algum produto ou serviço, 50 reais em dinheiro é aplicado ao site. “Então para o fornecedor receber seus 500 X, você paga entes cinquenta reais em dinheiro para a XporY.com”, esclarece a gerente.

Mais informações no site: www.xpory.com — Fac, perguntas e respostas no site, ou através de apresentações presenciais no horário comercial pré-agendadas.

Diário de Notícias Goiás

Edição: Ana Paula Arantes e Johny Cândido (Assessoria de Imprensa da XporY.com — Comunicação Sem Fronteiras)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.