Reforme usando moeda virtual

Economize até 90% na hora de fazer uma reforma no seu apartamento, escritório ou casa usando "X"

Reformar é algo que não existe uma única resposta para quanto custa, seja ela em apartamento, escritório, casa e etc. Além dos gastos fixos da obra, há os custos que variam conforme as escolhas, do estilo adotado e produtos eleitos para compor a decoração. Existem materiais e serviços que são indispensáveis em uma reforma, como os procedimentos envolvendo demolição, instalações elétricas, hidráulica, iluminação, remoção de entulho, caçamba, pintura e instalação do ar condicionado.

Além dos profissionais para realizar esses serviços, são necessários os materiais, como cimento, areia, pedra, dentre outros. São, portanto, custos fixos e que precisam ser investidos. A parte Civil custa, em média, 25 a 40% do valor da reforma, mas a plataforma de permutas mutilaterais XporY.com tem disponibilizado uma alternativa interessante para empresas e pessoas: a possibilidade de pagar por serviços e produtos na hora de reformar com a moeda virtual X$.

Dilze reformou a nova sede da empresa usando 35% em X$

Um bom exemplo de quem usou a plataforma XporY.com para fazer a reforma na nova sede da empresa foi a empresária Dilze Percílio, da Apoio Consultoria de Negócios, localizada na Rua 86 D, nº 55, no setor Sul. “Eu posso dizer que 35% da reforma foi toda realizada em X. Comprei produtos como tintas, argamassa, verniz, lixa e fita crepe para executar a pintura nova, além de mobília a qual adquiri um aparador e uma mesa de centro a 100% X$”, exemplificou Dilze. E ainda, “para fazer umas divisões comprei Blindex a 50% X$ e os outros 50% em reais. Agora os serviços foram também a 100% X, pois contratei revitalização de piso e a instalação dos ar-condicionados”, contou.

A empresa de Dilze que trabalha com recrutamento e seleção, mentoria de gestão de carreira, programa de desenvolvimento de liderança e locação de auditório e salas para encontros corporativos, prima também por uma boa imagem visual da marca no mercado. Aproveitando a mudança de sede a empresária quis garantir uma nova e boa identidade visual do escritório e contratou prestadores de serviços para criar uma nova logomarca, novo site, além de folders e monitoramento das redes sociais.

Cadastrada há cerca de quatro anos, Dilze conheceu a XporY.com através da Ana Amélia que é a gerente comercial da plataforma. Ela ainda conta que sempre gostou de falar, participar e fazer economia colaborativa e por isso não teve resistência na hora de participar da XporY. “Eu acho essa metodologia tão saudável para o mercado e para minha empresa que além de beneficiar meu negócio repasso vantagens aos meus colaboradores em forma de premiações, que os estimulam na hora de gerar resultado no final do mês”, disse. “Já dei limpeza de pele, ingressos de teatro, viagens, vouchers de restaurantes e muitas outras coisas”, relembra.

Para ter acesso ao benefício, basta que o empreendedor cadastre produtos ou serviços do seu negócio na plataforma para serem negociados na moeda X$. Além de economizar na despesa da formalização, a XporY.com também ajuda na divulgação do próprio negócio entre os participantes da plataforma, que já reúne 2.516 profissionais e empresas.

Outro diferencial da XporY.com, em relação a outras plataformas de permuta, é a ausência de custo de adesão, ou seja, os participantes não pagam para entrar na “rede” e nem um valor mensal para manutenção. “Com a XporY.com, somente na hora de consumir, é que paga-se apenas uma taxa de 10% em reais sobre o valor da compra”, explica o empresário e fundador da scale-up Rafael Barbosa.

Assessoria de Imprensa da XporY.com — Comunicação Sem Fronteiras