Conectar a natureza

Coloque seus pés descalços na grama, plante uma flor, abrace uma árvore, deite-se no chão e escute os sons da natureza

Fotografia: Garrett Byrum. Seal Beach, CA, USA. Behance
Somos natureza!

E em algum momento de nossa trajetória humana nos separamos dela, e começamos a acreditar que homem e natureza não são a mesma coisa.

Tocar a natureza é brindar à Vida com Amor! Aquele que desenvolve em nós a atração, admiração e satisfação com tudo o que é vital e tudo o que é vivo. Esse amor pela Vida é um estado de consciência que cria em cada um de nós um alinhamento interno gerador de bem-estar, harmonia e equilibro, sendo um precursor de saúde física e mental.

Segundo o biólogo Edward Wilson, o ser humano procura natural e instintivamente a ligação emocional e afiliação a outras formas de vida e, inconscientemente, se move nessa busca de criar conexão com o bios por toda sua jornada. Mas, apesar do contato com a natureza ser algo intrínseco ao indivíduo, essa ligação deve ser promovida e salvaguarda ao longo da vida, pois o excesso de tecnologia desenvolveu um desligamento e separação do homem com o seu meio ambiente natural, a terra e a biodiversidade.

Essa separação homem natureza está fazendo surgir muitos distúrbios físicos e psicológicos, como a síndrome do pensamento acelerado, déficit de atenção, hiperatividade, depressão, problemas de concentração, dificuldade de aprendizado e ausência de criatividade. Hoje, muitos estudos mostram que o contato com a natureza, ainda que pequeno e por pouco tempo, pode reduzir os sintomas desses distúrbios.

Precisamos resgatar a visão holística do Homem como ser conectado e responsável pelo todo, a consciência de que somos criadores de nossas vidas, e que o processo de criatividade só é possível quando trazemos a nós a natureza de nossa presença humana, assim ampliamos nossa consciência e percepção, somos capazes de trazer a atenção para o momento presente, sentir o corpo e saber entrar em estado de conexão. Dessa forma estamos resgatando o que é ser humano, cuidar da própria casa e criar consciência para viver nela.

Coloque seus pés descalços na grama, plante uma flor, abrace uma árvore, deite-se no chão de uma floresta e escute os sons da natureza. Se aquiete e escute, essa é sua casa, a terra que está cantando…


Weliton Magela. Palestrante, teólogo, historiador, especialista em desenvolvimento humano, Master Trainer em Programação NeurolinguÍstica (PNL), especialista em Psicossomática, consultor organizacional, especializado em preparação psicológica de equipe de alto rendimento e diretor do Instituto ELO.

Joana Sobreiro. Humanistic Master Executive & Life Coach; NLP Trainer. Instituto ELO.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.