Go to Introverso
Introverso
Letter sent on Nov 10

#11 10/11 O que é extroversão?

Bom dia, amigos!

Sei que ando me comunicando, aqui pelo Introverso, com leitores intro, ambi e extrovertidos. Por isso quero tornar este espaço o mais diversificado o possível.

Já lhe ocorreu que, se fizermos uma pequena brincadeira com as palavras, descobrimos o sentido de intro e extroversão?

In é dentro, para dentro; e ex pode ser entendido como externo, para fora.

Então, tudo aquilo que alguém busca encontrar dentro, o outro busca fora. Interessante, né?

Mas nada disso é sério, não sei se de fato existe alguma relação semântica.

Sinais de que você é extrovertido

  • Comunicativo;
  • Orientado para ação;
  • Aprecia trabalho em grupo;
  • Busca inspiração no externo;
  • Age primeiro e pensa depois.

Como reconhecer se alguém é extrovertido?

Pessoas extrovertidas estão sempre engajadas em atividades sociais, interagindo com outros e sentindo-se revigoradas em tais ambientes. Elas também costumam iniciar a conversa. São as que se pronunciam primeiro em uma cerimônia, apresentam uns aos outros em um evento, são as responsáveis por fazerem com que as pessoas se conheçam e quebrem o gelo do primeiro contato.

Esses são os aspectos sociais. Com o tempo vamos conhecer melhor outras características dos extrovertidos.

Vale lembrar que ambivertidos possuem as mesmas características. Se você se identificou, mas, se considera um introvertido, eu tenho uma notícia: você pode ser ambivertido! :D

Outra coisinha, antes de terminar esta cartinha.

  • Dia 2 de novembro saiu na Revista Subjetiva uma letter divulgando alguns autores que escreveram, ou estão escrevendo, as suas obras literárias. Eu estou nessa lista também. Confere lá, deixe o seu clap, seu comentário, apoie e incentive os autores nacionais!! :D
    https://medium.com/revista-subjetiva/no-dia-do-livro-conhe%C3%A7a-as-obras-dos-nossos-autores-cc14d49a7a00
  • Criei e estou compartilhando o meu e-book sobre Transtorno Bipolar. É uma guia de fácil leitura e compreensão sobre o que fazer após o diagnóstico, todo baseado nesses meus sete anos de experiência e convívio com a doença. Caso você tenha interesse ou saiba de alguém que possa se interessar, baixe aqui. É grátis e sempre será! :D

Se você gosta do meu trabalho aqui no Medium, considere me apoiar com uma pequena quantia mensalmente no apoia.se.

Mantenha-se atualizado.

Newsletter com conteúdo exclusivo | Twitter | Apoia-se | Instagram