Aos 80 anos, Frida se considera uma “curiosa e antenada com os assuntos tecnológicos”

Este texto faz parte da série Desafio, em que mostramos as conquistas de quem decidiu explorar as redes sociais, computadores e smartphones na terceira idade. Afinal, não existe limite de idade para quem é apaixonado por tecnologia ;-)

Por Denise Mazzaferro, Sócia da Angatu IDH

Minha prazerosa experiência em conhecer Frida Kier Weingarten iniciou-se com um caloroso contato telefônico cujo objetivo era marcar nossa entrevista. Ela logo topou nossa conversa, mas já me explicou que teríamos que agendar para depois das 10h da manhã porque às terças e quintas ela faz aulas de pilates, segundas e quartas hidroginástica, e, às sextas, faz alternadamente aulas de tai chi e yoga. Tudo isto logo cedinho para ter o resto do dia livre.

Frida, nasceu em setembro de 1936, na cidade de Sorocaba, e este ano completa 80 anos. Ao me falar sua idade, entusiasmada afirma: “Eu não sei porque, mas eu ando muito orgulhosa da minha idade. Tem uma época que a gente tem vergonha de falar a idade, mas isso passa e chega a época que a gente gosta de falar. Atualmente eu tenho orgulho da minha”.

Além das atividades físicas matinais, Frida participa de grupos de carteado com as amigas e é voluntária da Wizo (um grupo internacional que ajuda crianças carentes). Foi secretária, vendedora e representante comercial ao longo da sua vida profissional. Como trabalhar e conversar com pessoas sempre lhe deu muito prazer, o emprego que mais gostou foi quando vendia passamanaria — acabamentos para sofá, cortina, almofada, etc. “Nesta época eu trabalhava com decoradores e gostava muito de desenvolver e produzir artigos cada vez mais finos” completa Frida.

Antes de casar, Frida já trabalhava, só interrompeu quando nasceram os filhos e logo que sua filha caçula foi para a escola ela decidiu voltar: “Voltei a trabalhar não por questões financeiras, mas porque precisava me sentir útil em outras atividades que não as de dona de casa e mãe. Como sempre tive empregos que me permitiam voltar para almoçar em casa, consegui coordenar as tarefas de esposa e mãe e me realizar profissionalmente. ”

Tem mais de 55 anos? Participe do programa Viver Mais

Viúva desde 1992, mãe de 3 filhos e avó de 4 netos, Frida é o exemplo de mulher conectada com o mundo: “Comecei a mexer com computador no meu emprego, fui aprendendo e me adaptando à medida das necessidades do trabalho. Naquela época a gente usava o computador como uma máquina de escrever. Quando eu me aposentei já existia a internet, aí decidi me aprofundar e contratar uma professora maravilhosa que vem à minha casa quinzenalmente por duas horas. Não existe uma aula pronta — ela me ensina a mexer em tudo: computador, tablet e celular. Com isso eu fui progredindo porque sou curiosa e antenada com os assuntos tecnológicos. Comprei meu tablet logo que apareceu o primeiro iPad nos Estados Unidos, sem saber ainda como o utilizaria, mas tinha curiosidade em conhecê-lo”.

Frida conta que usa o banco digital e é cliente do Itaú há mais de 50 anos: “Vou confessar que poderia fazer tudo digitalmente, acho simples e seguro. Mas ainda vou a agência porque gosto de sair e fazer uma social”, fala sorrindo para em seguida conclui: “Mas quando não posso, uso o aplicativo que já baixei no celular e no tablet”. Ela conta também que tem vários aplicativos e jogos: “Meu neto, de vez em quando, vem aqui e me diz: ‘Vó tenho um joguinho novo para você que é o máximo, na faculdade todo mundo só joga isso’”, diz.

No whatsapp, além de falar com as amigas, Frida tem o grupo da família: “Quando acontece alguma coisa, o grupo fica a todo vapor! Em abril, passei 15 dias em Paris e conversei com todos pelo whatsapp e por Skype.”

Frida também é poeta e cronista e nos prestigiou com uma estrofe de uma de suas poesias:

“Amigos fiéis, internautas diários
Parentes de longe e de perto
O mais discreto e os imaginários
O esportista e o esperto”

Envelhecemos como sempre vivemos. Está é e sempre foi a Frida. Como diz Woody Allen Interessa-me o futuro porque é o lugar onde vou passar o resto de minha vida”. E Frida decidiu viver o presente e se conectar com o futuro por meio da tecnologia.

_

Tão fácil quanto usar qualquer aplicativo ou rede social é acessar a sua conta, fazer

transferências e cuidar do seu dinheiro diretamente pelo app do banco.

Baixe agora: http://feitopra.vc/1KBbnDR Você também pode baixar o app Itaú no seu celular via SMS. Envie uma mensagem com as palavras EU QUERO para 4828. É grátis.

_

Gostou da história da Dona Frida? Aproveite para ver outros conteúdos que preparamos para você:

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.