Supertreta — O Jogo da Política Brasileira

O post de hoje é para contar um pouco sobre o Supertreta, que nada mais é do que um cardgame de argumentação inspirado (descaradamente) no já conhecido Superfight.

Ele funciona da seguinte forma: você tem um personagem e dois atributos e precisa discutir com o seu oponente sobre quem venceria um duelo.

A diferença é que eu optei por utilizar personagens famosos da nossa política e situações que estão diariamente nos noticiários.

São 20 cartas verdes de personagens que vão da Dilma até o Sargento Fahur, passando por Danilo Gentilli, Bolsonaro, Lula, Moro e muitos outros.

As cartas de atributos são compostas por 42 cartas com características como: Delação Premiada, Editor da Revista Veja, Direito de Resposta na Globo, Comandando a Lava-Jato, Apoio do Movimento LGBT e Apoio da Bancada Evangélica.

Mais do que “tretar” o objetivo desse jogo é criar um empatia das pessoas em relação à esses políticos e essas situações que vivemos todos os dias. Acredito que nesse momento é muito importante deixar o preconceito “Coxinhas vs Petralhas” e abrir a cabeça para ver as coisas com mais sensatez. O mundo não é binário. Não existe vilão e mocinho. E é muito interessante você ter que apoiar a visão de um Bolsonaro quando você não concorda com o que ele pensa. Você é obrigado a “desapegar” e argumentar.

Se você ficou curioso e quer conhecer mais sobre o jogo, você pode conferir no meu portfólio. Ele está gratuito para baixar, você só precisa compartilhar o link para que o download seja liberado.

Baixe, monte o jogo, convide seus amigos e depois conte como foi. Ah, e tente não brigar com os seus amigos (ou não).