Supertreta — O Jogo da Política Brasileira

O post de hoje é para contar um pouco sobre o Supertreta, que nada mais é do que um cardgame de argumentação inspirado (descaradamente) no já conhecido Superfight.

Ele funciona da seguinte forma: você tem um personagem e dois atributos e precisa discutir com o seu oponente sobre quem venceria um duelo.

A diferença é que eu optei por utilizar personagens famosos da nossa política e situações que estão diariamente nos noticiários.

São 20 cartas verdes de personagens que vão da Dilma até o Sargento Fahur, passando por Danilo Gentilli, Bolsonaro, Lula, Moro e muitos outros.

As cartas de atributos são compostas por 42 cartas com características como: Delação Premiada, Editor da Revista Veja, Direito de Resposta na Globo, Comandando a Lava-Jato, Apoio do Movimento LGBT e Apoio da Bancada Evangélica.

Mais do que “tretar” o objetivo desse jogo é criar um empatia das pessoas em relação à esses políticos e essas situações que vivemos todos os dias. Acredito que nesse momento é muito importante deixar o preconceito “Coxinhas vs Petralhas” e abrir a cabeça para ver as coisas com mais sensatez. O mundo não é binário. Não existe vilão e mocinho. E é muito interessante você ter que apoiar a visão de um Bolsonaro quando você não concorda com o que ele pensa. Você é obrigado a “desapegar” e argumentar.

Se você ficou curioso e quer conhecer mais sobre o jogo, você pode conferir no meu portfólio. Ele está gratuito para baixar, você só precisa compartilhar o link para que o download seja liberado.

Baixe, monte o jogo, convide seus amigos e depois conte como foi. Ah, e tente não brigar com os seus amigos (ou não).

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.