#138 Você escuta música até o final?

Duvido que escute um álbum inteiro

Você ao menos para pra escutar música?

Eu peguei a época do walkman e das fitas, aquelas que dependendo da sua idade só descobriu que existiram com a série 13 Reasons Why.

Como fã de tecnologia, fico feliz com as possibilidades que o Youtube e o Spotify, por exemplo, proporcionam. Mas como toda modernidade, possibilidades se abrem e outras parecem se fechar.

Se reunir com os amigos pra mostrar suas fitas e vocês escutarem música juntos era um dos programas mais maneiros que tinham.

Hoje é difícil parar pra escutar música. A gente escuta sempre enquanto faz outra coisa. Durante a faxina, no som do carro a caminho do trabalho, na academia, no computador enquanto navega pelas redes sociais.

Tudo bem em ter a música como background do seus momentos, uma trilha sonora pra sua vida.

Mas porque não — de vez em quando pelo menos — parar tudo só pra focar no ato de escutar música, como a gente faz com o cinema, por exemplo?

Prestar atenção num álbum inteiro, entender seu contexto e desfrutar daquela experiência.

Hoje a música parece ser descartável

Não paramos mais pra escutar música, não ouvimos mais música com outras pessoas, e pelo menos no meu caso, o botão de “pular” pra próxima faixa é insistentemente utilizado.

No rádio não tinha essa de ficar pulando música. No vinil ninguém ficava preocupado pra pular pra próxima faixa se não gostasse da introdução. Na fita dava trabalho, tinha que adiantar a música e adivinhar onde seria o começo da outra pra parar.

A preocupação e o prazer era ouvir o álbum por inteiro.

Com a mídia digital, você ouve o refrão a primeira vez e já se imagina escutando aquela outra que tanto curte. Simples, aperta o botão e já começa a próxima.

Falta paciência e sobra distração e ansiedade.

Parece que não fazer mais nada, apenas parar e ouvir música é um passatempo cada vez mais raro.

Damn, que álbum!

Não lembro a última vez que parei pra degustar um álbum inteiro.

Não lembrava.

Graças a esse texto da Camila Barcelar, fiquei instigado e decidi que tiraria um tempo só pra escutar o novo álbum do Kendrick Lamar.

Por tudo que o cara representa, por curtir muito suas músicas e com o incentivo do texto, a escolha pra resgatar essa prática tinha tudo pra dar certo.

E deu. Posso ter deixado muita coisa passar mas tirei minhas conclusões e minhas percepções de DAMN, o sensacional novo trabalho do Kendrick.

Escutar um álbum inteiro, prestando atenção em todas as letras, procurando entender toda a história que o artista conta, é como assistir um filme. Você gosta de ver filme? Tente o mesmo com a música.

Ou pelo menos, controle a ansiedade e escute suas músicas até o final. Que falta de paciência é essa que nem nossas músicas favoritas conseguimos ouvir por inteira?

Menos ansiedade, mais paciência e muito mais música. BE HUMBLE.