Carta para Raiva

Marcio Okabe Palestrante
Jun 22 · 3 min read

Cara Raiva,

Resolvi te escrever porque andamos juntos há tanto tempo, mas nunca tivemos uma conversa franca.

Hoje com 52 anos, creio que aprendi a te compreender e entendo que as pessoas são espelhos umas para as outras. Antes, quando eu ficava com raiva de alguém, eu buscava formas de mostrar que a outra pessoa estava errada e eu estava certo. Perdi muitos relacionamentos para aprender que “errado” é querer impor nossas “certezas” para as outras pessoas.

Compreendo que você apenas quer me mostrar que algo dentro de mim não está em equilíbrio e que, em grande parte das vezes, você vem acompanhada do MEDO. Mas medo do quê? Medo do julgamento e de não ser reconhecida pelas pessoas, em especial por nossos pais. Aprendi que os dois maiores momentos das nossas vidas - nascimento e morte - acontecem em poucos minutos ou segundos, e entre estes dois momentos criamos a nossa jornada. Quando chegar o meu momento, o que me restará são as histórias que decidi contar ao longo da jornada. O que seria da vida sem os personagens medo, tristeza, alegria e você, a RAIVA?

Muitas vezes, você apareceu e não tive coragem de agir porque o medo me dominou e fiquei magoado com outras pessoas. Às vezes, agi sem pensar e depois me arrependi. Hoje tenho clareza que quando você, RAIVA, aparece sob o comando do EGO, a história que vou escrever não será uma boa história.

Tenho aprendido a perdoar as pessoas que tive RAIVA, não porque elas precisem do meu perdão, mas porque o perdão me traz PAZ.

“A raiva te torna menor, enquanto o perdão te força a crescer além do que você era.” Cherie Carter-Scott

Muitas vezes você surge a partir de uma indignação e de ver que algo não está certo. Nestes momentos, em que você surge como um chamado dos VALORES e de uma INTUIÇÃO de que é necessário mudar, você me ajudou a ter CORAGEM e juntos superamos o MEDO de fazer. É quase como ouvir uma voz me dizendo.

Vai! E, se der medo, vai com medo mesmo!

Quero viver até os 100 anos, portanto temos muitas histórias para viver juntos. O que podemos falar para outras pessoas cujas RAIVAS também surgem sem avisar?

Acredito que cada um deveria escrever a carta para sua RAIVA, pois cada história é uma história diferente. O que posso compartilhar é que na vida deveríamos parar de falar o que as pessoas TEM QUE FAZER e ajudá-las a descobrir seus talentos para que possam DECIDIR o que QUEREM FAZER.

Meus sonhos?
Que meus filhos escrevam uma carta para suas RAIVAS muito antes dos 52 anos.

Ajudar as pessoas a se reconectarem com sua criança interior através do origami.

“O origami te conecta à sua criança interior”

Todos buscamos a felicidade e hoje percebo que a felicidade é uma medida desta dança das emoções - raiva, medo, tristeza e alegria - e que todas são igualmente importantes.

Obrigado por me ajudar a chegar até aqui.

jornadaIkigai2

Você vive uma vida com propósito?

jornadaIkigai2

Você vive uma vida com propósito? Encontrou o trabalho que te deixa feliz? Pratica sua vocação? Participe deste blog de quem acredita que precisamos descobrir nosso Ikigai.

Marcio Okabe Palestrante

Written by

Sou apaixonado em conectar pessoas e compartilhar conhecimento. Visitem MarcioOkabe.com.br/sobre

jornadaIkigai2

Você vive uma vida com propósito? Encontrou o trabalho que te deixa feliz? Pratica sua vocação? Participe deste blog de quem acredita que precisamos descobrir nosso Ikigai.