Expectativa de Vida na África

África, terceiro maior continente do planeta, com cerca de um bilhão de habitantes e com 54 países independentes. Está no ranking dos lugares mais pobres do mundo, dos 30 países que compõem esse quadro, 21 são africanos.

Como conviver e criar expectativas com essas realidades? Como criar realidades diferentes dessa que escutamos todos os dias? Como realmente alavancar países, onde um continente inteiro é subdesenvolvido? Como o lugar mais antigo do mundo ainda pode sofrer tanto com esses problemas estruturais básicos?

Um dos reflexos dessa realidade é a baixa expectativa de vida dos povos africanos. Conseguimos encontrar alguns países com o desenvolvimento um pouco melhor, mas nenhum chega a ser ideal. Um dos motivos que mais afeta esse quadro é o HIV. A África subsaariana (toda região ao sul do Deserto do Saara), sozinha, correspondeu 70% dos casos de morte por Aids no mundo no ano de 2011.

Verde corresponde à África subsaariana

Segundo os dados das Nações Unidas, identifiquei os dez países com as menores expectativas de vida do continente africado, todos pertencentes a África subsaariana.

Lesoto — 48,86
República Centro-Africana — 51,04
Suazilândia — 53,88
Somália — 54,10
Guiné-Bissau — 55,90
Sudão do Sul — 56,10
Zâmbia — 57,10
Chade — 58,01
Moçambique — 58,12
Serra Leoa — 59,07

Para contra por esses números, o país com maior porcentagem de expectativa de vida da África subsaariana é a República de Maurício, com 74,70%, se localiza cerca de 800 km a leste da ilha de Madagascar. Condições que se refletem na melhora desses números.

Like what you read? Give Josiane Skieresinski a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.