Praticando gratidão e reconhecimento

“Nós podemos melhorar nossa experiência subjetiva conscientemente esforçando-nos para ser grato com mais freqüência pelo que é bom sobre uma escolha ou uma experiência, e nos decepcionarmos menos pelo que é ruim sobre isso”.

A gratidão e o reconhecimento não parece vir naturalmente para a maioria de nós na maior parte do tempo. Precisamos treinar essa habilidade.

Podemos fazer isso no dia a dia, descobrindo muitas coisas para sermos gratos, desde tomar um café pela manhã, ver o sol nascer, caminhar pela rua e indo além, aprendendo a reconhecer e ter gratidão relacionada às pessoas ao nosso redor.

Posso ser grato pela ajuda da minha parceira ao lavar a louça, me dar um abraço carinhoso, se abrir comigo, me contar do seu dia, me escutar ativamente quando eu estou falando, pela empatia e atenção fornecidas, etc.

Ser grato contribui para eu me sentir cada vez melhor sobre minha vida e a ter consciência de coisas simples. Somado a isso, a sensibilidade e prática de compartilhar reconhecimento aos outros contribui para gerar um sentimento de importância neles.

Quando perdemos essa atenção para reconhecimento parece que tudo acontece automaticamente e de forma mágica a nosso favor, e com isso também perdemos o interesse e admiração. Começamos a exigir acontecimentos maiores e mais extraordinários para nos sentirmos melhores, dificultando sentirmos contentamento no dia a dia.

Fazemos com que as pessoas ao nosso redor não se sintam estimuladas a contribuir de alguma forma em nossas vidas. Tornamos as coisas simples invisíveis.

Experimente: observar o que uma pessoa de seu convívio faz para contribuir com seu cotidiano e reconhecer isso a ela.
Exemplo: mesmo que lavar a louça, enquanto você prepara a comida, seja um acordo que fez com seu parceiro, tente reconhecer isso a ele e ser grato: “Querido, sou grato por você estar lavando a louça”. Ou, ao chegar em casa perceber que sua parceira guardou papéis que estavam em cima da mesa, reconheça: “Querida, sou grato por ter me ajudado guardando aqueles papéis”.
Observe: ao longo dos dias observe como seu nível de atenção com coisas do dia a dia vai aumentando, como consegue ter mais gratidão pelos acontecimentos e pessoas ao seu redor, e como essa energia positiva e acolhedora contagia as pessoas ao redor.
Like what you read? Give Renato Caliari a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.