Por que utilizar uma Plataforma IOT Open Source?

Você está desenvolvendo um projeto IoT e encontrou duas ferramentas incríveis que ajudarão no desenvolvimento da sua solução — e assim não precisará reinventar a roda. Uma é de código aberto e a outra de código fechado. Qual será a melhor escolha?

Vamos supor que a ferramenta de código aberto está sob uma licença comercialmente amigável como MIT ou Apache2. Isto é, você pode usar e alterar o código livremente sem preocupações legais.

Depois de duas semanas analisando profundamente as duas alternativas, você descobre que elas são realmente fáceis de se usar. Então pode refletir sobre os seguintes pontos:

– As duas soluções são quase perfeitas, entretanto, nas duas existem algumas funcionalidades que você gostaria de alterar. Na solução de código aberto é bem mais fácil a customização. Na solução de código fechado você pode entrar em contato com o responsável pelo código e aguardar o desenvolvimento.

– E se os desenvolvedores deixarem de prestar suporte? Na alternativa de código aberto, sem grandes problemas. Você tem independência. Tem acesso ao código, então pode fazer alterações e continuar usando a ferramenta, ou seja, longa vida para sua solução. Na opção de código fechado, você fica sem muitas alternativas.

Agora, mesmo que você opte por usar a solução como serviço (SaaS), ter o código aberto irá te dar mais segurança e confiança, já que o código pode ser avaliado e auditado. Não só por sua equipe técnica, mas por milhares de pessoas que acompanham os commit (alterações nos códigos) que estão sendo feitas. Essa dupla checagem no código é uma metodologia que aumenta a qualidade do código entregue. Já em uma ferramenta de código fechado, você precisa confiar muito e quase que exclusivamente no seu fornecedor. Recentemente o ransomware WannaCry, que infectou centenas de milhares de computadores ao redor do mundo, explorava uma falha de segurança de um trecho de código no qual poucas pessoas tinham acesso. E quando a falha foi descoberta, ela não foi reportada para correção. [1]

No contexto de IoT, onde milhares de soluções serão criadas nos próximos anos com diferentes tipos de dispositivos conversando entre si, acreditamos que padrões de mercado são importantes. Quanto mais padronizada a comunicação entre todas as pontas, mais saudável será o ecossistema. Nesse sentido, o código aberto acelera essa padronização, já que toda a comunidade pode olhar os métodos de conexão da solução desenvolvida, enquanto soluções de código proprietários tornam mais difíceis a compreensão dos detalhes de conexão da ferramenta e a análise de problemas de conectividade.

Por fim, não olhe para o código aberto apenas como uma solução de menor custo para você. Confiança, liberdade e qualidade também são aspectos muito importantes para você levar em consideração na sua escolha final de sua ferramenta.

Autor: Carlos Kobayashi

[1] https://blogs.microsoft.com/on-the-issues/2017/05/14/need-urgent-collective-action-keep-people-safe-online-lessons-last-weeks-cyberattack/


Originally published at blog.konkerlabs.com on August 23, 2017.