Senadora viabiliza recursos para Kalungas

Força-tarefa comandada pela senadora Lúcia Vânia garante recursos para a quebra do isolamento da comunidade quilombola

A pouco mais de 300 km da Capital Federal, está localizada a maior comunidade quilombola do Brasil, os Kalunga, que reúne cerca de oito mil pessoas, nos limites geográficos de dois municípios de Goiás, Teresina e Cavalcante. Longe dos olhos da população, mas muito perto das mais altas autoridades de Brasília, a impunidade está corroendo a infância de toda uma geração de crianças.

A senadora Lúcia Vânia esteve em audiência com a presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), deputada delegada Adriana Accorsi, com quem firmou parceria para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes e o trabalho infantil em Goiás.

A senadora esteve, também, em audiência com a então ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, que enviou uma equipe à região quilombola para ajudar na reestruturação do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e no atendimento de famílias em situação de vulnerabilidade. A ministra também garantiu o desbloqueio de mais de R$500.000,00 para investimento e custeio dos serviços de assistência social do município.

No Ministério dos Transportes, a senadora Lúcia Vânia, em parceria com o deputado Pedro Chaves, buscou a mudança do traçado da BR-010, para que passe pelo município de Cavalcante e outras regiões de difícil acesso, como Vão das Almas e Vão do Moleque. O estudo de viabilidade técnica confirmou a alteração para contemplar o território Kalunga.

A senadora tratou da regularização da titularidade das terras pelos beneficiários, para que possam receber recursos estaduais e federais. Nesse sentido, pediu à Corregedoria de Justiça do Estado de Goiás a verificação da situação das áreas das comunidades e recebeu apoio do corregedor-geral, desembargador Gilberto Marques Filho.

Em audiência com a então ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Nilma Lino Gomes, a senadora Lúcia Vânia tratou sobre a grave situação de exploração sexual vivida pelas crianças da comunidade. Ela também pediu à ministra que intercedesse junto ao Ministério das Cidades para viabilizar a liberação de recursos destinados à construção de casas, além de solicitar que seja aprovada a utilização de tijolos de adobe, medida que diminui custos e otimiza a construção.

Em sessão especial do Senado Federal, para entrega da Comenda Abdias Nascimento, a senadora Lúcia Vânia homenageou a professora Mari Baiocchi que dedicou parte considerável de sua vida a não só pesquisar e escrever sobre os Kalunga, como a apoiar as lutas da comunidade. “Entreguei a premiação à professora como forma de agradecê-la e homenageá-la por ter contribuído com resultados efetivos, defendendo, com toda a força, o povo Kalunga em sua real situação”, afirmou, à época, a senadora.

Em audiência com o então secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, general Adriano Pereira Jr., a senadora Lúcia Vânia tratou do reconhecimento da situação de emergência de Teresina e de Cavalcante. Dessa maneira, foi possível solicitar recursos para a reconstrução de casas e pontes que foram derrubadas pelas chuvas. O município de Teresina de Goiás já recebeu a primeira parcela de quase 700 mil reais. Cavalcante tem licitação marcada para dezembro.

Três ônibus escolares especiais foram entregues pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para atender o território quilombola e promover o acesso à educação das crianças que ficaram ilhadas após as fortes chuvas. Esses ônibus são fruto de audiências da senadora no Ministério da Educação e no FNDE, com o presidente Gastão Vieira.

Em parceria com o deputado federal Pedro Chaves, a senadora Lúcia Vânia viabilizou, por meio de emendas individuais, cerca de R$ 1 milhão na Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), para a construção de pontes em rios da região nas travessias do Rio Corrente, do Vão do Moleque e, também, do Rio Branco — conhecidos como Rio da Almas e Rio Capivara; e R$ 400 mil no Ministério da Saúde para compra de equipamentos hospitalares para postos de saúde em Teresina.

Com o desbloqueio de mais de R$ 500 mil, destinados ao atendimento das vítimas de exploração sexual e de trabalho infantil, foi comprada uma caminhonete, para facilitar o acesso à região com condições precárias.

Like what you read? Give Senadora Lúcia Vânia a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.