Draco (Círculos de Fogo) — Prólogo

Ninguém sabia ao certo quando a lenda surgiu, contudo, os rumores haviam ganhado força nos últimos oito anos. Mais ou menos na época em que ocorreu a grande explosão no Monte Dracon. Durante séculos conhecido como simplesmente O Vesúvio, fora rebatizado após o trágico evento que deu origem à Era dos Dragões.

É certo que o nome é um pouco exagerado, considerando-se que oito anos é um período muito curto para se chamar de “Era”, e que dragões de fato nunca foram vistos. Ou melhor dizendo, quem viu não sobreviveu para testemunhar.

O que realmente se observou foram campos de trigo inteiros destruídos pelo fogo ou, quando o fazendeiro tinha sorte, eram apenas pequenos círculos chamuscados no chão. Às vezes animais apareciam carbonizados, ou simplesmente sumiam sem deixar vestígios.

Pessoas também desapareciam, porém, em menor frequência. Ao contrário do que se observava com os animais, seus corpos nunca foram encontrados. Dizia-se que os dragões gostavam de brincar de tiro ao alvo com os bichos, mas apreciavam mesmo era carne humana…

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.