LABootcamp: O PROJETO L

Hackers do LAB
Feb 6 · 3 min read

Atenção: este projeto é um experimento e fez parte de um hackathon.

Este texto é uma continuação do texto anterior sobre as semanas de desenvolvimento do LABootcamp, se você ainda não leu, é só clicar aqui :)

Mais do que apenas falar sobre ferramentas novas, na semana de desenvolvimento do LABootcamp, nós colocamos a mão na massa em um Hackathon interno de 2 dias! O principal desafio era testar as novas abordagens aprendidas ao longo das duas semanas e analisar sua efetividade em projetos futuros.

Depois de um “toró de ideias” entre a equipe, conseguimos chegar no escopo de um projeto que envolve a aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) nos dados que temos acesso do e-Democracia (se você não conhece as ferramentas, acesse o portal e descubra mais detalhes).

Nasceu, então, o Projeto L, nome temporário para um novo portal que permita ao cidadão editar, anonimar e excluir seus dados do e-Democracia de acordo com a regulação estabelecida pela LGPD.

Os dados mais sensíveis como os pessoais: nome, gênero, data de nascimento e entre outros; o usuário passaria a ter total controle e edição. Já os dados de posicionamento político — que também são considerados sensíveis — só poderiam ser anonimizados ou excluídos, de acordo com o dado e a ferramenta em questão. Isso se dá pelo fato de existir interação entre usuários em algumas ferramentas, como o Audiências Interativas, e a exclusão dos dados poderia interromper o funcionamento da mesma.

Ok, hora de colocar a mão na massa!

Design >Na parte de design, foram desenhadas 12 telas pelo nosso designer J1 (João) que apresentavam os seguintes conteúdos:

  • Início;
  • Minha conta — para o gerenciamento das informações pessoais enviadas no cadastro;
  • Histórico — Com o histórico detalhado de participação nas ferramentas do e-Democracia;
  • Sobre a LGPD — Com informações detalhadas da lei;
  • Termos de Uso — Com os termos de uso que o usuário concordou ao criar uma conta.

Na página inicial escolhemos utilizar a abordagem do dashboard design, composta de cards que já apresentam um preview dos dados que foram enviados pelo usuário em cada ferramenta e também no seu cadastro. De forma totalmente personalizada, os cards reagem de acordo com a quantidade de participações do usuário em cada ferramenta.

Front-end > Já na equipe de front-end, usamos o ReactJS para implementar as interfaces de usuário do projeto. Para não ter que criar todos os componentes do zero, escolhemos utilizar o Material Design, que fornece algumas peças prontas para utilização rápida. O resultado foi um protótipo implementado rapidamente e que funcionou como prova de conceito da ideia.

Back-end > Na equipe de back-end, optamos por usar o GraphQL de duas formas: reunindo as informações diretamente do banco de dados e consultando as APIs REST que os sistemas já possuem. A partir dessas duas abordagens, conseguimos selecionar as melhores aplicações da tecnologia na manutenção e criação de produtos. Foi possível, por meio desse experimento, obter exemplos funcionais de ambas abordagens e documentos sobre sua implementação.

Curtiu? Dá uma olhada como ficou e se quiser explorar mais, acesse o código aberto no Github e o protótipo funcional 😉

Página inicial
Página de perfil
Histórico de participação

Texto escrito pelos nossos hackers: João Victor Maciel (design), Erivânio Vasconcelos e Thiago Nogueira (back-end), Teógenes Moura e João Paulo N. Soares (front-end).

LABHacker

Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados

Hackers do LAB

Written by

Membros do Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados

LABHacker

LABHacker

Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados

More From Medium

More on Labs from LABHacker

More on Labs from LABHacker

124

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade