Mescuta — Conheça e participe do experimento

Responda rápido: se você precisa conseguir uma informação, comprar alguma coisa ou contratar algum serviço, o que você faz? Dificilmente estarei enganado se disser que você irá fazer o que a grande maioria das pessoas ao redor do mundo faria em qualquer uma dessas situações: pegar o celular e conseguir aquilo que você deseja. A resposta é direta, surge antes mesmo de terminada a pergunta. Basta lembrarmos de empresas bilionárias e que dispensam qualquer apresentação como, por exemplo, Amazon e Uber, o maior marketplace do mundo e um dos prestadores de serviço de transporte mais conhecidos, respectivamente.

Agora responda à seguinte situação. Imagine que você deseja saber mais a respeito da Câmara dos Deputados, como ela funciona, quais projetos estão em votação, quem são e quais as opiniões dos deputados ou deputadas que, apesar de não estarem sob os holofotes da mídia, defendem projetos de lei super importantes. O que você faz? A resposta já não é tão imediata, não é mesmo? E, mais importante: se no Brasil já existem mais celulares ativos do que pessoas, por que é assim?

Pensando nisso, um pessoal fera de diferentes áreas da Câmara dos Deputados se reuniu no Laboratório Hacker e criou o projeto Mescuta. O nome é estranho mas, além de traduzir o jeito popular e coloquial de dizer “me escuta”, reforça a necessidade dos cidadãos e dos parlamentares de serem ouvidos, uns pelos outros, em uma interação mais individualizada e mais significativa, aspectos hoje esquecidos pelas mídias sociais, por mais comuns e utilizadas que sejam. Além disso, é um nome que cola: dificilmente você irá se esquecer dele.

A ideia do Mescuta é ser um experimento da implementação de bots na interação parlamentar-cidadão e assim criar um assistente virtual, como o da Google, da Apple (Siri), da Amazon (Alexa) ou de várias outras empresas e instituições. Com o auxílio dele, você terá condições de pesquisar e acompanhar tudo o que acontece aqui dentro da Câmara. O acompanhamento é a melhor parte, pois você receberá notificações sobre assuntos, acontecimentos e transmissões da Casa e de deputados que são de seu interesse e que têm influência direta na sua vida.

O experimento é recente e está em fase de análise de ferramentas e de soluções de mercado. Qualquer que seja o caminho escolhido, todos deverão sair ganhando, cidadãos, deputados e Câmara dos Deputados. Responda rápido: é ou não é uma boa ideia?

Toda semana, iremos publicar aqui e em todas as nossas mídias sociais os bastidores do Mescuta, com as ideias, questionamentos, resultados, debates e claro, a abertura para sua participação. O experimento já nasceu aberto para participação dos diferentes agentes da sociedade — startup, estudantes, profissionais, empresas e instituições públicas ou privadas — então vem com a gente!

Texto da semana escrito por Luis Nobre, hacker do lab.