A importância do fazer jornalístico como garantia da democracia

O seminário “Jornalismo: as novas configurações do quarto poder” falou sobre a importância do trabalho jornalístico de qualidade em um cenário polarizado e “hiperinformado”.

LabJor FAAP
Sep 12, 2018 · 3 min read

Por Carolina Menezes e Maria Júlia Giovanini

Andrea Dip, Manon Paulic e WIlson Gomes debatem o jornalismo em uma sociedade hiperinformada (Fonte: Revista Cult / Foto: Rachel Sciré)

Notícias falsas, sociedade hiperinformada, poder da imprensa, universo caótico da informação digital e cobertura jornalística para questões identitárias foram algumas das temáticas refletidas pelos profissionais que compuseram o seminário “Jornalismo: as novas configurações do quarto poder”, que aconteceu de a17 de agosto no Sesc Vila Mariana. O LabJor cobriu o evento para tratar dos assuntos de relevância ao tema da nossa terceira edição, #eleições2018, e que ocuparam grande espaço durante o seminário, dada a proximidade com a data do primeiro turno, que ocorrerá no dia 7 de outubro.

Promovido pela Revista Cult e pelo Sesc SP, nos debates, jornalistas e profissionais da área de comunicação — como Conrado Corsaletti (Nexo), Andrea Dip (Agência Púplica), Daniela Pinheiro (Época), Eugênio Bucci (professor da ECA, USP), Maria Rita Kehl (psicanalista e escritora), Bruno Torturra (editor chefe do programa televisivo GregNews), Ricardo Kotscho (Folha de S. Paulo), Leonencio Nossa (O Estado de São Paulo), entre outros — discutiram e refletiram o ofício do jornalismo, sua importância para a formação de opinião e sua relevância no cenário atual.

Segundo os profissionais que participaram do seminário, a problemática das notícias falsas difundidas nas redes sociais — principalmente no WhatsApp e no Facebook — afeta diretamente a formação de opinião, que direciona os votos do eleitor. Além disso, estas ferramentas também alavancam discursos de extrema direita que podem propagar, de maneira velada ou não, preconceitos de cunho racistas, machistas e fascistas.

“As pessoas vivem numa sociedade hiperinformada, mas a esfera política melhorou? Há mais polarizacão, o discurso de ódio se espraiou. Precisamos de pessoas que criem pontes e não que queimem navios.” — Wilson Gomes, doutor em Filosofia, professor titular da FACOM e do programa de Pós Graduação em Comunicação e Cultura da UFBA e convidado da primeira mesa do evento, chamada ‘O Jornalismo diante de uma sociedade hiperinformada’.

O papel do jornalismo na democracia

Discutiu-se também os caminhos, através do bom jornalismo, que poderiam trilhar a solução para a reprodução exagerada de discursos polarizados no contexto político atual. No entanto, nas palavras de Wilson Gomes, “não se trata de sair de discussões com certezas”, mas sim “da reflexão ponderada e não enviesada para o lado do que é absoluto”.

“As fakes news são conteúdos deliberadamente falsos, que mimetizam a notícia e são distribuídas em redes sociais com o intuito de gerar algum benefício político ou econômico.”

(Rodrigo Flores, diretor de conteúdo do portal UOL)

Diversas vezes foi ressaltada a necessidade de sair da “bolha” de informações que circulam constantemente nas mídias digitais, pois nela há uma reprodução e divulgação intensa e muito rápida de notícias tendenciosas, falsas ou sensacionalistas.

Apesar de estarmos distantes de uma pobreza informacional, a variedade de fontes confiáveis disputa seu espaço com a difusão de conteúdo vazio e manipulado. Também é possível enxergar uma crescente radicalização dos ideais entre os grupos identitários que buscam a homogeneidade em seu ambiente de convívio. Ou seja, aqueles que encontram conforto e auto-afirmação nas notícias intencionalmente forjadas satisfazem seus interesses na confirmação de suas próprias ideias e tendem a desprezar as notícias com fontes e dados reais, mas que divergem de seu posicionamento e crença.

Carolina Menezes é estudante do segundo semestre de Jornalismo na FAAP e repórter do LabJor FAAP.

Maria Júlia Giovanini é estudante do segundo semestre de Jornalismo na FAAP e repórter do LabJor FAAP.

LabJorFAAP

Laboratório de produção de conteúdos jornalísticos do curso de Jornalismo da FAAP | Contato: labjor@faap.br

LabJor FAAP

Written by

LabJorFAAP

Laboratório de produção de conteúdos jornalísticos do curso de Jornalismo da FAAP | Contato: labjor@faap.br

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade