Não copie o modelo Spotify. Copie a atitude Spotify.

Publicado por AleXandre Magno em: https://www.happymelly.com/dont-copy-spotify-model/

Ok. Spotify aqui é apenas um exemplo. Minhas palavras podem também serem aplicadas para histórias de qualquer organização, especialmente para aquelas super legais que tem inspirado as pessoas em todo o mundo, como a Netflix, Buffer, Semco, Valve, Zappos e outras mais.

Por que a Spotify é um ótimo exemplo de cultura organizacional?

Particularmente se você está no mundo da agilidade ou da Startup, eu tenho certeza que você conhece histórias sobre a cultura de engenharia Spotify. Como você não pode estar impressionado ouvindo e lendo as histórias, assistindo os famosos vídeos ou falando com pessoas que trabalham lá? Isto soa como uma forma realmente fascinante de conduzir uma organização! Mais que isso… os resultados que a Spotify tem alcançado nos últimos cinco anos são uma fonte de inspiração que cultiva a percepção que os seus processos e a sua cultura são, ao menos parcialmente, responsáveis por tal sucesso.

Por que você não deve copiar o modelo Spotify?

A cultura de engenharia da Spotify — práticas como esquadrões, capítulos, associações, tribos, coaching ágil e um alto nível de autonomia de equipe — está se tornando mais e mais popular. Muito bom!

Lembre-se, práticas que estão sendo ótimas para a Spotify podem ser terríveis para a sua equipe ou organização, porque…bem…Você não é a Spotify.

Por exemplo, a Spotify trocou o termo “Equipe Scrum” para “Esquadrão” porque eles queriam empoderar a equipe para que escolhessem seus próprios processos (Scrum, kanban, XP, ad hoc…). É este nível de empoderamento algo que sua organização está procurando neste momento? Se não, por que chamá-los de esquadrões? Um outro exemplo: para a Spotify, a falta de práticas padrões não é um problema, é por isso que eles apoiam a cultura de polinização cruzada. Isso também é verdade para a sua organização?

O chamado “Modelo Spotify” é o resultado (ou produto) de uma jornada de aprendizado liderada pelos empregados da Spotify e seus parceiros para criarem um processo útil para ajudá-los (não a você). E sim, eles ainda estão aprendendo e mudando isso continuamente — na verdade, enquanto você está lendo isso, eles estão mudando completamente ou trocando uma ou mais práticas que você está empurrando para as pessoas copiarem em sua organização.

Por que você devia copiar a atitude Spotify?

Por outro lado, não soa muito inteligente ignorar todas as ótimas histórias dessas organizações e reinventar a roda toda a vez apenas porque “sua organização é diferente das outras”. Soa mais que natural que aprender com os erros e sucessos dos outros seja uma boa prática, certo? Sim, mas…

E se nós parássemos de tentar copiar o resultado das suas jornadas de aprendizado e começássemos a observar a copiar a própria jornada de como eles construíram isso? Por exemplo, qual foi o processo que a Spotify estava seguindo quando eles perceberam que uma estrutura com tribos poderia servir bem para eles? Eles estavam tentando copiar uma estrutura de outra organização? Ou apenas estavam seguindo ideias de um livro? Ou eles estavam desafiando os empregados a proporem formas de corrigir um problema específico, perguntando ”Nossos esquadrões são autônomos mas eles precisam trabalhar juntos para o bem da organização. Como fazer isso?

Eu tenho certeza que ao copiar o seu processo de aprendizagem — a jornada, não o resultado — você chegaria em seu “Próprio modelo” um tanto diferente do modelo deles e muito mais em sintonia com as necessidades da sua organização. Isto ressoa muito mais com as palavras de Aleem Walji, o antigo diretor de inovação do Banco Mundial, quando ele disse que: “Soluções podem não escalar sempre. Mas o processo pelo qual nos experimentamos, aprendemos e adaptamos pode escalar.”

Se você conhece algo sobre o processo de aprendizagem usado pela Spotify enquanto construiam o seu modelo, eu recomendo fortemente você tentar copiá-lo.

Mais sobre o processo de aprendizagem emergente

Se você quer entender mais sobre o processo de aprendizagem emergente e como introduzi-lo em seu local de trabalho, conheça sobre o sistema de aprendizagem Learning 3.0.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Learning 3.0’s story.