A edição é sempre póstuma.

Egos acentuados não gozam.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.