Ohana quer dizer família

Só que quem considero família já é outra história

O conceito de família é algo que muda de pessoa para pessoa. Tem gente que acha que é só uma questão sanguínea, de onde seus genes vem. Outros que ampliam o conceito até pessoas que você considera tanto que já passaram do estágio de amizade. E pelo menos para mim, podemos dizer que são as pessoas que você mais considera dentre todos que você conhece. Em geral são nossos pais, nossos irmãos, nossos avós, mas é algo que pode mudar dependendo do que cada um passou na vida.

Só que não é bem esse o foco do texto. O foco é que as pessoas que eu considero a minha família não necessariamente são as mesmas que minha mãe, meu pai ou meus irmãos consideram família. Como me disseram uma vez, existe uma diferença gigantesca entre familiares e parentes. Em um mora uma consideração, um apreço, uma amizade e milhares de outras características mais intrínsecas e fortes que complementam esse laço. Em outro mora apenas o fator sanguíneo, o fato de que por uma questão genética nós estamos mais conectados que o resto do mundo.

Cada caso é um caso. Conheço gente em que os pais não são família, que foram criados por avós, tios ou tias. Outros casos onde os irmãos se odeiam e estão longe de terem um laço maior do que o de parentesco. Alguns onde a pessoa nunca viu os primos, não dá a mínima para quem são os tios, ou até tem um certo rancor dos avós. E isso muda dentro da família de cada um.

Você pode odiar seus tios e adorar seus avós, enquanto sua mãe ama todos da mesma maneira. Pode não dar a mínima para um primo de terceiro grau enquanto sua avó tem nele um porto seguro. E está tudo bem. Só precisamos entender que o que eu considero como família não necessariamente é o mesmo que meus pais ou meus irmãos consideram.

O respeito sempre tem que existir, afinal aquela pessoa que você não dá a mínima pagou a faculdade do seu pai. Ou quem sabe ajudou sua vó em um momento de necessidade. Mas é só isso. Quem eu considero como família o fez por merecer. Não posso sair exportando histórias para dentro de mim e me importando com pessoas que nunca convivi na vida.

Nossas percepções sobre alguém sempre serão completamente diferentes, independentemente do quão próximos somos. E entender isso talvez até acabe com alguma briga que você tenha com alguém próximo. Todos temos visões diferentes de mundo, e isso não muda quando falamos de pessoas. Família quer sim dizer nunca abandonar ou esquecer, mas quem está nesse patamar para mim não são as mesmas pessoas que estão nele para você.

Twitter | Instagram
Sigam a minha publicação para receber os textos da semana por e-mail e também uma recomendação de algo mais antigo que você pode não ter lido. Na publicação você encontra os textos divididos em categorias, além dos últimos, facilitando ainda mais para que você não perca nada!