Elise Haas
May 18, 2018 · 1 min read
Fonte: Pexels

não ouvi a porta bater

nem vi as roupas desaparecerem

a escova de dentes não se foi, silenciosa

havia uma mala em qualquer lugar,

talvez embaixo daquele armário antigo

num quarto escuro, adormecido

onde o sol já não batia mais

ainda deve estar lá

calada

entre teias e paranhos envolvida.

aonde você foi?

tudo está no lugar

menos meus cabelos,

estranhamente

desemaranhados

menos minha angústia amiga

conhecida

minha certeza

de que sou eu quem resta

dessa ausência

tão despercebida

tudo está num lugar

menos a sua teimosa presença

que me bagunça as manhãs

congela minha insônia

e jamais se deixa

ser esquecida

linhas em cores

devolvo poemas quase meus

Elise Haas

Written by

vivente por escolha

linhas em cores

devolvo poemas quase meus

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade