Se perguntar pelos tapas, dirão que não doem

Hupokhondría
Oct 31, 2018 · 5 min read

por Mariana Virgílio

Image for post
Image for post

Bom dia!

Bom dia!

Tudo bem?

Tudo bem sim e você?

Bem também… Eu sou um ajudante do governo e venho conferir se está tudo certo no seu aplicativo.

Não precisa se assustar. De três em três meses temos o costume de ir à casa das pessoas que participam do processo corretivo virtual e conferir se o aplicativo tem funcionado bem… Afinal, não queremos que alguém demore a responder por causa de problemas no aplicativo, não é mesmo?

Sim, é claro… O senhor precisa entrar?

Sim. Dê-me o seu aparelho, por favor.

Com certeza.

É a primeira vez que você recebe alguém da manutenção, não é? Por isso está apreensiva.

Sim. Bom, sempre que alguém do governo está em frente à nossa porta, ficamos atentos para saber se algo está acontecendo.

Dentro da sua casa?

Aqui? Aqui, não. Aqui só acontece o que é permitido pela Autorresponsabilização.

Mas você fica com medo?

Sim.

Medo das pessoas do governo?

Medo das pessoas por quem as pessoas do governo estão procurando. Não é assim?

Sim, claro.

Como tem sido participar do julg… processo corretivo virtual? … É assim que chamamos agora, não é?

Si.. sim, sim. Fiquei muito honrada em participar e saber que estou contribuindo para a ordem e a moral da sociedade.

Afinal, não é esse o certo? É o que buscamos. Estar e andar com o sentimento de segurança.

E você se sente segura?

E eu não deveria me sentir?

Sim… Claro que me sinto segura. Até porque os guardas são atenciosos quando passamos. Você é novo, provavelmente não viveu na era do… no Antes. Essa rua vivia cheia de gritaria, muita insegurança, muita gente batendo uma nas outras, brigando… Isso não era bom.

Você não aprova a agressão?

E quem nesse mundo, que seja correto, aprova a agressão?

Quando aparece a pessoa aqui na tela, os dados sobre o acontecido, e os comentários demoram pra carregar?

Não. Tudo chega rapidamente. Eu leio e logo aperto SIM.

Sempre o SIM, né?

Quando é aberto um novo processo aqui no aplicativo eu já sei que é algo muito grave, afinal, o governo não perderia o seu tempo, não mobilizaria os seus ajudantes se não fosse algo realmente importante, e algo que mereça uma punição.

Se o governo já lança no aplicativo algo merecido, porque você acha que o governo precisa de você?

Porque ele gosta de nos ouvir, sabe que não tem a permissão de fazer tudo do jeito dele e… peraí, você…

Eu só a estava testando. Faz parte da manutenção. Você se incomodou?

Não, claro que não, tudo bem. Eu não tenho problemas em responder a essa pergunta.

Então, você se sente segura?… É pra incluir no formulário da manutenção.

Sim, vou dar um exemplo. Quando eu ando pela rua, não tenho mais medo de que alguém roube o meu aparelho. Não escuto gritos, não vejo sujeira nos muros, só sinto paz. Porque a rua está silenciosa e organizada.

Mas em algum momento você já presenciou alguma manifestação que considerasse estranha?

Não, ainda bem.

Mas se eu presenciasse, rapidamente posso denunciar no meu aplicativo. Eu estou sempre com ele em mãos. Na era do Antes, uma pessoa como eu, para se defender, precisava passar por uma grande burocracia, para conseguir denunciar alguém. Mas, hoje, a defesa está em minhas mãos, isso não é ótimo?

Você não acha que a burocracia é um meio de evitar injustiças?

Nem sempre, porque na era do Antes tinham as chamadas leis, que só beneficiam os mais poderosos, a gente mesmo custava a ter nossos direitos. Além disso, o governo também é justo, afinal, ele não decide sozinho. Eu sou a prova disso. Vários de nós o ajudam a decidir qual providência tomar com alguém que está atrapalhando o sistema.

Eu mesma vi poucas pessoas com a tal placa de metal. O governo não sai distribuindo para qualquer um que faça algo errado. Ele também toma outras medidas. Esse pessoal da chamada resistência, que uma hora ou outra escreve alguma coisa nos muros, é exagerado. O que eles querem é espaço para fazer a bagunça que faziam antes.

Semana passada uma menina que conheço foi pega pelo governo. Hoje eu a vi com a placa de ferro. Por acaso, eu estava passando e…

O que ela fez?

O que ela fez?

Sim, o que ela fez para merecer a punição?

Merecer… É, ela… Eu não sei o que fez para m e r e c e r isso.

Essas pessoas são muito exageradas. Saem por aí gritando, ignoram as leis, a autoridade do governo, a paz e o silêncio das pessoas, então, é isso que acontece. Eu fico muito triste, pessoas jovens, que poderia estar colaborando para a sociedade…

É, e agora estão com a morda…

É, mas a mordaça não é distribuída desse jeito que muita gente fala não. Isso é exagero das pessoas que querem causar revolta, justo agora que está todo mundo bem…

Mas você mesma já não viu pessoas com mordaça?

Vi algumas, é triste, mas ela escolheram esse caminho.

O governo precisa ter controle sobre a população, senão vira uma guerra. Nós, pessoas que cumprimos direito o nosso papel merecemos, ao irmos dormir, a consciência tranquila de que estamos seguros.

Então esse pensamento te faz sentir segura?

E a você, não faz?

Não é assim que você pensa?

Afinal, você não trabalha para o governo?

Sim, eu…

Como você se sente ao andar nas ruas?

Eu gosto, é só que os muros branco e o silêncio me deixam um pouco incomodado e…

Incomodado? Isso é porque você não viveu o Antes, não sabe o que realmente era incômodo.

É, esse botão aqui, sobre o tipo de pena que a pessoa deve receber, você já chegou a usar?

É… sim, algumas vezes, quando necessário.

Entendi, então ele está funcionando bem e…

Ah, lembrei. Essa parte, que normalmente aparece a opção da mordaça às vezes demora a pegar. Eu tenho que apertar mais de duas vezes para conseguir usar essa op…opção.

É, já nesses últimos dias, tivemos alguns casos mais difí…

Essa parte não é da minha área, mas vou anotar e outras pessoas virão aqui, dentro de poucos dias. Tente não usá-la muito por essas dias…

….

Um bom dia para você!

Para você também. Obrigada pela manutenção.

***

(Você tem uma mensagem nova.) (Você tem uma mensagem nova.) (Você tem uma mensagem nova.) (Você tem uma mensagem nova.) Um novo julgamento. Homem, que prestava serviços para o governo e ameaçava algumas pessoas na hora de visitar para alguma manutenção. Provavelmente, parte de alguma resistência que já está sendo investigada.

Ação corretiva. Digite SIM ou NÃO.

SIM.

Qual a punição sugerida?

Acesse outros distúrbios narrativos no Hupokhondría.

Literalmente

Figuras de linguagem se tornam proibidas por lei.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch

Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore

Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store