Aurora

Olhes pra mim agora
Saibas que este moço
Perante a ti em alvoroço
Declara que muito de adora

Olhes! Olhes sem demora!
Olhes as lágrimas do meu rosto
Que deixam na boca do sal o gosto
Lágrimas tuas luz da aurora.

Nem importa se tu me amas
Basta saberes de meu amor.
Se na solidão em meio as damas

De momento esqueceres tal pudor
Minha presença tu me reclamas
E estarei aqui pra dar-te amor.

Like what you read? Give Joel Fabiani a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.