Rubra flor

Quisera dar-te uma flor,
Rubra, cor de carmim,
Mostrar-lhe-ia o amor
Que transborda dentro em mim.

Suas pétalas macias,
Assim como o teu rosto.
Na tua pele, a luz do dia,
Na tua boca, o doce gosto.

Tens da flor toda a fragrância,
O doce cheiro que rua pele exala.
Eu curioso como uma criança
Sentindo o aroma fico a fitá-la.

Não achei flor tão perfeita,
Mas tudo dela eu vi em ti.
Que para mim tu foste feita,
Depois de tudo, o percebi.

Like what you read? Give Joel Fabiani a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.