Living Offices | S01E03 | Subvisual

Braga, Portugal [EN Version]

André Henriques | www.ahphoto.pt

Em 2012, muito antes da febre do empreendedorismo na área da tecnologia, teve lugar no Porto uma conferência sobre uma linguagem ainda pouco popular em Portugal chamada Ruby. Essa conferência deu azo a um episódio caricato, de uma imberbe empresa Subvisual, que se disponibilizou a patrocinar esse evento, pagando as t-shirts que seriam distribuídas pelos participantes, mas que não tinha dinheiro suficiente nas suas contas para o pagar, obrigando os seus representantes a cobrir o montante em falta. Desde esse episódio até aos dias de hoje, muita coisa mudou, excepto esse apetite voraz por fazer parte da mudança e desenvolvimento da comunidade. Daí nasceu uma cultura que amadureceu ao longo de 4 (quase 5) anos, em que a Subvisual organizou inúmeros meetups (Braga.RB, Braga.JS, Braga.UX), criou uma escola (Creators School) e criou, também, 2 conferências internacionais, uma focada em Ruby e Ruby on Rails (RubyConf PT) e a Mirror Conf, focada em Web Design e Front-End development.

Office file

Empresa: Subvisual
Localização: Braga, Portugal
Ano: 2016
Área total: 300 m2
Número de pessoas: 12
Indústria: Design & Desenvolvimento Web

Cultura

O estímulo para o desenvolvimento pessoal e profissional é uma constante no dia-a-dia da Subvisual, e isso reflecte-se em pequenas coisas como o número de livros presentes em cada mesa ou no tamanho da biblioteca, que é particularmente impressionante se tivermos em conta que a Subvisual tem apenas 12 pessoas e não tem vontade de crescer muito mais para além desse número. Dentro deste mesmo tópico criaram as “Friday Talks”, um espaço onde qualquer pessoa pode partilhar e discutir ideias ou experiências com a restante equipa. A primeira Friday Talk da Subivisual teve lugar em 2013 e tem-se repetido inevitavelmente todas as sextas-feiras, sem mudanças significativas de formato.

Na Subvisual, o conceito de empresa confunde-se um pouco com o conceito de família, portanto entrar na Subvisual é quase como entrar numa segunda casa, e isso é perfeitamente perceptível quando caminhamos pelo open-space que é vibrante sem nunca ser barulhento.

O Escritório

O escritório da Subvisual é um espaço amplo, em Braga, situado no 4º andar de um edifício comercial.

O conceito foi criar uma estrutura, dentro deste espaço, que representasse figurativamente uma casa - esta estrutura de madeira alberga uma sala de reuniões e um espaço aberto multifuncional da cozinha. Aqui as paredes são usadas para colocar fotos, posters dos eventos públicos que acontecem neste espaço, assim como elementos relacionados com o desenvolvimento dos projectos.

Área de trabalho

É um espaço amplo e aberto, neste momento com capacidade para 16 pessoas, conectado com todas as outras áreas do escritório: salas de reuniões, cozinha e lounge.

As centenas de lâmpadas suspensas no tecto dão um efeito dramático ao espaço, e ao mesmo tempo uma iluminação confortável a esta área de trabalho.
A parede longa que limita o escritório, do lado direito, tem uma tinta especial que a transforma num enorme quadro branco, permitindo escrever enquanto se discute opções, ideias e esquemas importantes. Potencia momentos de partilha no formato de pensamento visual.

Cozinha

A maior parte dos dias, tentam almoçar todos juntos, tanto quando trazem comida de casa, como se forem buscar comida fora. A grande mesa azul permite usos diversos e convida ao uso deste espaço em diferentes momentos do dia: almoçar, reuniões informais, e jogos de ping pong. Aqui levam-se os jogos de ping pong bastante a sério, e todos querem ficar no topo da tabela.
Depois de almoço ou ao fim da tarde há uma romaria à máquina de cerveja artesanal, estrategicamente colocada ao lado do sofá com uma vista privilegiada de Braga.

Todas as 6ª feiras juntam-se no sofá branco para as “Friday Talks” e, pelo menos, a cada 2 meses o espaço é também usado para “meetups”, quando a Subvisual convida oradores para apresentarem um tema e lançarem a discussão aos participantes.

Salas de Reunião

A sala de reuniões mais perto da entrada é maioritariamente usada para reuniões com clientes e também para jogar Nintendo®, enquanto que a sala mais perto das janelas é mais orientada para reuniões de equipa, chamadas video/áudio e para sessões de trabalho. O vidro permite manter os espaços abertos e transparentes, refletindo também os valores da cultura da Subvisual.

Lounge

Este é o espaço perfeito para as reuniões da equipa de 12 pessoas que forma a Subvisual. Aqui acontecem as reuniões de toda a equipa, e também é usada para sessões de trabalho e para momentos de leitura.

Planta

Sons do escritório

“Temos um espaço de cozinha só para nós, um sofá comum para usarmos tanto como lazer como para trabalhar, que é acompanhado de uma vista para Braga repleta de luz natural.” Luis Ferreira

“Eu aqui sinto-me confortável, como estivesse em casa. A relação que é estabelecida entre nós é como amigos, além do trabalho, podemos ver um filme ou jogar ping pong, recarregamos e voltamos mais focados as tarefas.” Francisco Baila

Todas as fotos: André Henriques | www.ahphoto.pt/

Living Offices

O projecto Living Offices procura mostrar e celebrar escritórios, portugueses, que fazem a diferença na vida das pessoas.

Thanks to Laura Esteves

Luis Alberto Simões

Written by

Living Offices

O projecto Living Offices procura mostrar e celebrar escritórios, portugueses, que fazem a diferença na vida das pessoas.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade