Canção da Rainha

“ Não existe nada tão horrível quanto uma história não contada.”

“Os Calore são filhos do fogo, tão fortes e destrutivos quanto suas chamas. Mas Cal não será como os que vieram antes dele. O fogo pode destruir, pode matar, mas também pode criar. A floresta queimada no verão estará verde na primavera, melhor e mais forte do que antes.”

Este livro é um conto da Rainha Vermelha. E eu estava realmente curiosa para conhecer Coriane. Gostei de ver a história dela com o pai de Cal, o nascimento de Cal, como é a família e etc. Porém, esperava bem mais da personagem.

“Não sou importante. Não tenho beleza, inteligência, força nem poder grandiosos para ajudar o reino. Não lhe ofereço nada além de preocupações e peso. Ele precisa de alguém forte ao lado dele, uma pessoa que ri das fofocas e supera as próprias inseguranças.”

Explico: Coriane é uma personagem que todos sentem falta. Elara nem gosta que toquem no nome dela. Maven então, nem se fala. E aí, quando ela aparece, vejo uma jovem insegura e triste. É muita insegurança, gente! Fiquei agoniada! hahahaha

“Eles ganhavam habilidades por meio do trabalho duro e da prática, não nasciam com elas. Isso não é equivalente à força dos prateados, se não ainda maior? Coriane não se deteve muito nesses pensamentos. Nunca se detinha demais. O mundo é assim mesmo.”

Mas, claro que Coriane tem coisas boas! Ela tem pensamentos maravilhosos com relação aos vermelhos. É legal ver que nem todos os prateados acham que os vermelhos são extremamente inúteis e inferiores. E ela é encantadora, sim. Apesar de sua insegurança.

“Para muitos, Coriane ainda era a rainha cantora, a mulher que chegou ao trono graças aos seus poderes. Se ao menos fosse verdade. Se ao menos eu fosse aquilo que os outros pensam, Elara não teria a menor importância, e eu não passaria todas as noites em claro, com medo de dormir, com medo de sonhar.”

Gostei muito do conto, esclareceu algumas coisas. E também conhecemos mais de Julian e Sara!!! ❤