The Winner’s Kiss

“I want better choices” — “Then we must make a world that has them.”

Achei essa série muito boa. Os personagens são cativantes e você realmente fica torcendo por eles. E, meu Deus, o final do livro anterior foi de matar, né?

Kestrel realmente é uma ótima personagem. Fortíssima, decidida e leal. Ela sofreu tanto que eu fiquei morrendo de dó, querendo ler logo o resto pra ver a parte em que ela se dá bem.

“Arin had some clarity on who he was: the sort of person who trusted too blindly, who put his heart where it didn’t belong.”

Dificílimo falar desse livro sem spoilers, pois logo no início já acontecem mil coisas por consequência da carta de Kestrel do final do segundo livro. Aquela carta mudou completamente a história.

Arin cresceu muito nesse livro. Na resenha do segundo livro eu disse que Kestrel tinha crescido mais que ele, né. Já aqui, acho que os dois cresceram bastante. E foi lindo de ver a história se concluindo.

Esse livro tem mais ação que os outros, e a escrita continua sendo maravilhosa. Não dá vontade de parar. Série recomendadíssima!

“The world of a traitor is hardly to be trusted.”