A geografia espetacular do Caminho dos Diamantes

As paisagens do primeiro trecho são de tirar o fôlego!

Nossa viagem entre Diamantina e São Gonçalo do Rio das Pedras, o primeiro trecho do Caminho dos Diamantes, segue pelo alto da Serra do Espinhaço. Também conhecida como Cordilheira Brasileira, ela tem mais de 1000 km de extensão, marcados pela riqueza da flora e da fauna locais. Acredite: as paisagens são de tirar o fôlego!

Protagonista da Serra do Espinhaço, o Pico do Itambé surge imponente e faz companhia durante toda a viagem. Com seus 2000 metros de altura, o Teto do Sertão Mineiro, como é chamado, serve de referência a quem se aventura por essas bandas. Valeu, companheiro! ❤

Ainda do quesito geografia, a Gruta do Salitre é parada obrigatória. Repleta de cânions, fendas e paredões de até 80 metros de altura, a gruta ainda guarda um importante sítio arqueológico. No passado, a região sofria intenso extrativismo mineral para produção de pólvora. Já nos dias de hoje, é bastante usada para eventos, principalmente relacionados à música, por conta da sua acústica, e palco para gravações de novelas, documentários e filmes.

Para saber mais e montar o seu próprio roteiro, acesse o site do Instituto Estrada Real.