Diamantina: o nosso ponto de partida

Botamos o pé na Estrada Real e demos início ao Caminho dos Diamantes!

Partimos de Diamantina, uma das cidades mais importantes do Brasil Colônia, que ganhou fama em 1730 com a descoberta de muitos diamantes na região. Mais tarde, em 1938, a UNESCO reconheceu Diamantina como Patrimônio Cultural da Humanidade. Não é pouca coisa, não!
 
 O Centro Histórico da cidade conserva muitas características da época colonial e conta com diversos pontos turísticos que o viajante não pode deixar de visitar. Quem gosta de História da Arte e Arquitetura vai curtir as casas e as igrejas antigas, além os prédios projetados por Oscar Niemayer. 
 
Vale visitar o Museu do Diamante, que ocupa um casarão de 1749. O acervo reúne objetos dos séculos XVII a XIX, como armas, moedas, imagens sacras e instrumentos utilizados na mineração de outro e diamante. 
 
 Outro ponto essencial é a casa onde o ex-presidente do Brasil Juscelino Kubitschek viveu sua infância e adolescência. Localizada na Rua São Francisco, trata-se deuma construção antiga, feita de pau a pique, técnica típica do século XVIII. O local foi transformado em museu e os cômodos abrigam biblioteca, objetos pessoais, fotos e os violões usados pelo político nas famosas serestas.

Tem jeito melhor de começar essa aventura?! Continue acompanhando via Twitter e Instagram e #VaideLocaliza!