Fauna e flora da Estrada Real: riqueza de todo brasileiro

O viajante é essencial para a preservação da biodiversidade

O Caminho Velho e toda a Estrada Real oferecem ao viajante alguns dos cenários mais bonitos do mundo. São serras, grutas, cachoeiras, rios, praias e matas que enchem os olhos e fazem deste um destino imperdível do turismo nacional.

No dia a dia, os viajantes são os guardiões dos Caminhos e suas riquezas. E esta tarefa começa antes mesmo da viagem, no planejamento. Por exemplo, muitos parques possuem um horário de funcionamento que precisa ser respeitado. Outros ainda só podem ser visitados com agendamento prévio. Estude bem o seu roteiro.

A Estrada Real também passa pelo ambiente de algumas espécies de animais ameaçadas, como o lobo-guará, o tamanduá-bandeira e a onça-pintada. Por isso, preservar a Estrada é assegurar a existência de espécies que são símbolos do Brasil.

Tantos recursos naturais e tantas belezas precisam ser protegidos. O Instituto Estrada Real, o Iphan e os órgãos estaduais e municipais de preservação do Meio Ambiente e do Patrimônio Material têm um papel importante nisso. O papel principal, porém, está nas mãos do viajante, afinal, todo brasileiro é um pouco dono da Estrada Real.

Todas as informações necessárias para você começar a explorar a região, sempre respeitando a natureza, estão no site do Instituto Estrada Real. Aproveite!