Construindo um time de Design cada dia melhor

Focamos em pessoas para impactar carreiras e negócios

Diogo Kpelo
Jul 23, 2020 · 10 min read

Tudo que está neste artigo foi uma construção do time de design da Loft

TL;DR

  • Construir um time de Design em uma startup
  • Juntos somos mais fortes e vamos mais longe
  • Design é um esporte coletivo
  • 80–20 Time Management. Otimizando e priorizando o tempo
  • Design Process. Entendimento e visibilidade da nossa rotina
  • Design Org. Projetando o futuro da área
  • Feedback forte, cultura forte
  • Your Story Frame. Nossa carreira é o nosso produto

Construir um time de Design é um desafio enorme. Envolve recrutar os melhores talentos do mercado, alinhar prioridades, zelar pelo clima, definir processos eficazes e atingir resultados. Mas construir um time é, acima de tudo, se preocupar genuinamente com pessoas: solidificar confiança para incentivar protagonismo e projetar o futuro, não só do produto, mas também das carreiras.

"…construir um time é, acima de tudo, se preocupar genuinamente com pessoas"

Em um contexto de startups, esse desafio fica ainda maior, já que velocidade é uma das palavras-chave do dia a dia: para desenvolver, para testar, para aprender, para mudar e para contratar. Startups são conhecidas por se adaptarem rapidamente a um mercado em constante mudança, no qual é preciso adaptar estratégias e processos para seguir entregando valor para o consumidor do seu produto e serviço. E, ao mesmo tempo, manter o negócio saudável.

Como construir um time sólido e estruturado, mas adaptável aos vários estágios de uma startup em fase de scale up? E ainda, como fazer desse time um dos melhores da América Latina?

No começo de uma empresa, a equipe é enxuta, os processos são ágeis e há autonomia para as tomadas de decisões. É um momento de construção. Processos e papéis ainda não são super claros e é imprescindível encontrar pessoas que estão dispostas a crescer juntas. Quanto mais enxuto é o time, mais generalistas as pessoas precisam ser. Menos apego ao job description e mais ao propósito, em fazer acontecer.

O tempo passa e, com o sucesso das companhias, a tendência é serem cada vez maiores e potencialmente mais lentas. Os processos se tornam mais complexos. Os papéis e atuação mais bem definidos. É comum que durante o crescimento o foco esteja 100% em construir processos, definir indicadores, bater metas e entregar resultados.

Porém, em toda essa jornada, tem um fator que não muda: a empresa é formada por pessoas, e é exatamente em pessoas que nós, com o desafio de montar um super Design Team na Loft, decidimos investir a maior parte dos nossos esforços.

"…em toda essa jornada, tem um fator que não muda: a empresa é formada por pessoas"

Por quê? Aprendemos algo com a NBA.

Juntos somos mais fortes e vamos mais longe

O Golden State Warriors — uma das franquias mais vitoriosas da NBA dos últimos anos — passou anos de apatia e fraco desempenho até fazer algumas mudanças em seu elenco. Em 2011 foram contratados Andrew Bogut e o técnico Mark Jackson. Nos anos seguintes trouxeram: Stephen Curry, Klay Thompson, Harrison Barnes, Draymond Green e Andre Iguodala. Esse time venceu 50 jogos pela primeira vez em 20 anos, mas perderam na primeira rodada dos playoffs.

Internamente o time vivia um ambiente terrível. A abordagem do técnico era algo como “ou é do meu jeito ou você está fora”. Após o fim da temporada, Mark Jackson foi demitido. O substituto foi Steve Kerr e com ele foi formada uma nova equipe de treinamento e uma gestão muito mais inclusiva, alegre e aberta a questionamentos respeitosos, que buscassem sempre o melhor para o time. Sob esse modelo de liderança, e sem grandes mudanças no elenco, a franquia dominou a liga, vencendo 67 jogos e sendo campeã da NBA.

Steve Kerr orientando o time, comemorando e pousando para a foto de Campeão da NBA com a equipe

Existem duas grandes lições nessa história para qualquer equipe:

  1. Talento e habilidade são importantes. Mesmo com uma má gestão, o time foi muito mais longe do que em anos anteriores. Conquistando 50 vitórias. Porém não tinham uma rotina saudável e não chegaram onde queriam.
  2. Pessoas precisam se sentir ouvidas, felizes e com perspectiva de futuro. Para despertar o potencial máximo de uma equipe, é essencial uma gestão visionária, focada em pessoas e nas necessidades delas.

Design é um esporte coletivo. Não construímos nada sozinhos. E a liderança tem papel fundamental em combinar essas habilidades e projetar o futuro.

Aqui no time de design da Loft nós projetamos o futuro com base em três pilares:

inspired by Aleksandra Savic

Propósito — Trabalhar em algo que realmente acreditamos. É o nosso porquê alinhado com o da empresa.

Cultura — Trabalhar onde nos sentimos bem e felizes. São os nossos princípios de acordo com os da empresa.

Perspectiva — Trabalhar com espaço para crescer. É a nossa curva de crescimento nivelada a da empresa.

Trabalhamos todos os dias para fazer esse futuro acontecer com iniciativas que alimentam os pilares dessa visão. Um dos primeiros projetos nesse sentido, foi a reestruturação da nossa gestão de tempo. Afinal, sabemos que um fator-chave para desenvolver pessoas é saber otimizar e priorizar o tempo delas.

Disclaimer: cada uma dessas iniciativas abaixo merecem um artigo separado. Em breve vamos compartilhar mais detalhes.

80–20 Time Management

Criamos o nosso modelo 80–20, onde 80% do tempo produtivo de um designer é dedicado às entregas do squad e é priorizado junto ao Product Manager. Os 20% restantes do tempo produtivo é dedicado às iniciativas do Design Team. Acreditamos que os principais ganhos desse modelo são:

  • Otimizar os 80% em termos de agilidade e qualidade;
  • Fomentar cultura Customer Centric do Design;
  • Zelar pelo desenvolvimento de carreiras e subir a barra do time;
  • Fortalecer nosso employer branding para atração de talentos.

Não é uma lógica matemática, mas acreditamos que explorar esses 20% em outros projetos nos oxigena como profissionais e potencializa ainda mais os outros 80% e a nossa carreira.

A lista é grande, mas dentro desses 20% temos iniciativas como: Design Talks, Designflix, Design Lovers, Eventos, Mentoria, Design Together, Onboarding, Tools e muitas outras que criam espaços para desenvolvimento e protagonismo de pessoas.

Estruturada a nossa gestão de tempo, precisávamos estruturar o nosso processo de design.

Design Process

O Design Thinking é uma referência que orienta cada designer na hora de colocar a “mão na massa”, mas nem sempre ele se aplica 100% ao contexto da empresa. Não faz sentido simplesmente “vestir” um framework de mercado, é preciso entender os desafios do seu time, em seu contexto, suas características e objetivos.

Para definir o nosso processo, unificamos as visões de todos nossos designers e definimos um frame de trabalho adequado à realidade da Loft, e que nos ajuda a garantir qualidade nas entregas.

Framework simplificado do nosso processo de design na Loft

Para garantir transparência do nosso trabalho para os vários stakeholders, estruturamos um board no Jira, que nos permite acompanhar métricas de performance, quantitativas e qualitativas envolvendo todo o time de design.

Entre as principais vantagens em ter um processo de design bem definido e organizado estão:

  • Visibilidade e entendimento junto aos stakeholders (educar sobre design é um desafio comum em quase todas empresas e essa é uma forma de tangibilizar as etapas do design);
  • Entendimento do contexto e onboarding para os designers que estão chegando ao time;
  • Agilidade para identificar pontos que estão funcionando bem e os que precisam de melhorias.

→ Você pode acessar o material completo disponível para a comunidade no Figma:

Clique em Design Process para abrir o arquivo completo

Pronto, casa arrumada e dia a dia das pessoas organizado. Next step: criar espaços e ferramentas de desenvolvimento.

Design Org

Estamos sempre projetando o futuro da área. Isso ajuda a dar visibilidade das oportunidades de crescimento dentro do time. A partir dos feedbacks internos — entendendo o que funciona e o que não funciona na rotina das pessoas — mapeamos nossos pontos fortes e fracos, realinhamos com a estratégia da companhia, benchmarks de mercado e de outras áreas da empresa. Os principais outputs desse projeto são:

  • Alinhamento de “para onde vamos”. Balizamos expectativas e mantemos o time motivado com desafios e oportunidades;
  • Estratégia de escala. Temos nítido como poderíamos dobrar o time hoje, se fosse necessário;
  • Definição mais clara dos papéis e das proporções de vagas. Otimizando o escopo, criando espaço para especialidades e novas lideranças.

Resumindo, nosso Design Org indica como estamos e para onde vamos. Estamos constantemente aprendendo e evoluindo esse material.

→ Você pode acessar o material completo disponível para a comunidade no Figma:

Clique em DesignOrg para abrir o arquivo completo

Design Feedback

Feedback forte, cultura forte. Acreditamos que o maior valor do nosso time está em nossas pessoas, por isso a troca honesta de feedbacks entre elas é a base para construirmos confiança, criarmos unidade e evoluirmos como time e como pessoas.

O Design Feedback é um momento reservado para darmos e recebermos inputs para e dos nossos colegas. O output dessa ferramenta vira insumo para as avaliações e o desenvolvimento de carreira dos nossos designers — em breve vamos contar um pouco mais sobre a carreira de design dentro da Loft. Além disso, nos entrega valores como:

  • Conexão entre pessoas. Saber ouvir e ter empatia para construir confiança;
  • Cultura forte de ambiente seguro e transparência;
  • Desenvolvimento e evolução com a ajuda de todos. Praticar a vulnerabilidade para reconhecer espaços para crescer e ganhar responsabilidades.

→ Você pode acessar o material completo disponível para a comunidade no Figma:

Clique em Design Feedback para abrir o arquivo completo

Nossas ferramentas estão sempre alinhadas com nossas competências. Aqui na Loft nós projetamos as carreiras a partir do Levels e Roles. Dentro dos Levels está a nossa avaliação, composta por sete competências e cinco níveis de proficiência. Roles são os papéis que existem hoje dentro do time de design, divididos entre a trilha técnica e trilha de gestão. Tema para outro artigo. ⚡️😉

Your Story Frame

Nossa carreira é nosso produto. Somos protagonistas das nossas histórias. O papel do líder é criar e ampliar os espaços para que as pessoas possam brilhar.

O Your Story Frame é uma ferramenta de desenvolvimento profissional, que orienta e facilita o diálogo entre colaborador e gestor, sempre em prol de um único objetivo: construir carreiras a partir das fortalezas. Por esse método podemos:

  • Mapear fortalezas e debilidades. E trabalhar nelas em um ambiente seguro;
  • Organizar as várias iniciativas pessoais, entendendo “o que” e “quem” impactam e como direcioná-las de acordo com a trilha de carreira que queiram seguir;
  • Ajudar para que uma pessoa vire autoridade quando é organicamente reconhecida pelos outros como referência em sua especialidade.

→ Você pode acessar o material completo disponível para a comunidade no Miro:

Como usar a ferramenta? Cada designer tem o próprio Your Story Board. A ideia é ir completando os vários passos do frame nos 1:1 com o gestor, que tem um papel fundamental em retroalimentar a conversa. O objetivo final é construir perfis que tenham confiança para tomar a ação e gerar impacto nos outros, totalmente em linha com o propósito pessoal de cada um.

Exatamente como um produto, o frame não é uma esteira, mas, sim, um processo iterativo de idas e voltas: e não tem um time to market predefinido, já que varia de pessoa a pessoa.

Sem dúvidas, o tempo dentro de uma startup acontece em uma velocidade diferente. Brincamos que um trimestre na Loft é igual a um ano. E os desafios de processos, estratégia, metas, gestão de pessoas, comunicação, e tantos outros, são enormes.

As técnicas que apresentamos aqui e, principalmente, a prática no dia a dia nos ajudam no aperfeiçoamento constante e no crescimento rápido e eficaz de cada um de nós, o que nos aproxima cada vez mais do nosso objetivo: construir um time cada dia melhor.

Não existe receita de bolo, mas sabemos que existe um ingrediente fundamental sempre: o interesse genuíno pelas pessoas. Um dos principais valores dentro da Loft é o #PeopleFirst e, por isso, estamos sempre focados em bem-estar, no ambiente, em diversidade e no futuro de quem coloca o seu melhor todos os dias para o sucesso da empresa.

"Não existe receita de bolo, mas sabemos que existe um ingrediente fundamental sempre: o interesse genuíno pelas pessoas"

Nosso dever como líderes é entregar, não só ferramentas para organizar e otimizar a rotina, mas também criar espaços para desenvolvimento e projeção de carreira.

Não existe um único jeito certo. Estamos descobrindo o que funciona para a Loft e para o nosso time. Muita coisa ainda vai mudar. Em três — seis meses poderemos escrever um novo artigo sobre como estamos (re)organizados e nossas novas iniciativas.

Só uma coisa não vai mudar: nossa empresa continuará sendo formada por pessoas e para pessoas. E nós continuaremos focados nelas.

Acompanhe novidades do Loft Design Team lá no Instagram:

Créditos para todo o time, cada um tem a sua parcela na construção de tudo que foi apresentado. Agradecimentos especiais para Daniele Franco, Maria Santos, Jairo Assunção e Vila pelas contribuições neste artigo.

Ficou com vontade de fazer parte da Loft?
Se inscreva nas nossas vagas! — https://jobs.lever.co/loft/

Loft

Espaço para compartilhar o que acontece de inovação e…

Loft

Espaço para compartilhar o que acontece de inovação e tecnologia na Loft Confira nossas vagas: carreiras.loft.com.br

Diogo Kpelo

Written by

Head de Design na Loft. Reconstruindo parte do que acredito todos os dias para me tornar um profissional e uma pessoa melhor.

Loft

Espaço para compartilhar o que acontece de inovação e tecnologia na Loft Confira nossas vagas: carreiras.loft.com.br

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store