Como ter mais produtividade na leitura de artigos científicos em inglês

Luís Fred
Dec 4, 2017 · 6 min read
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês

Funcionar como um serviço em segundo plano dentro do sistema

Serviços são componentes que dão aos aplicativos a capacidade de manter a sua execução em segundo plano sem a necessidade de uma interface de interação com o usuário. O aplicativo continua em execução com um baixíssimo consumo de bateria mesmo que o usuário abandone a interface do componente que iniciou o serviço. Uma vez aberto em segundo plano, ele consegue lidar com diversas tarefas e eventos praticados pelos usuários dentro do sistema Android. Um exemplo notório da capacidade deste componente ocorre sempre que nós abrimos o Spotify e começamos a escutar uma música. A música permanece tocando mesmo depois de fecharmos a tela do Spotify. No caso da ferramenta que eu estava tentando desenvolver, um serviço daria ao aplicativo a capacidade de obter traduções de textos a partir das palavras e sentenças que pudessem ser selecionadas em qualquer interface de interação com o usuário e a qualquer momento (a partir de Leitores de PDF, Browser, Gmail, etc). Trata-se de um componente essencial, pois bastaria selecionar e copiar uma palavra ou frase para que o aplicativo pudesse processá-la e devolver o resultado sem precisar de uma interface aberta.

Traduzir não apenas palavras isoladas, mas também sentenças inteiras

Uma limitação que encontrei na ferramenta do Kindle gira em torno da incapacidade que ela tem de traduzir uma sentença inteira. Só é possível obter a tradução de palavras isoladas e, apesar disto já ser bastante útil, eu gostaria de poder traduzir sentenças ou parágrafos inteiros desde que pudesse implementar isto no aplicativo que estava projetando.

Não abrir a janela com as informações imediatamente após a seleção da palavra

Não é sempre que o usuário deseja obter traduções quando seleciona e copia palavras no Android. Podemos selecionar palavras em telas específicas por diversos motivos e seria chato ficar mostrando uma tela com traduções mesmo quando não desejamos isto. Por isso, o aplicativo teria que mostrar informações apenas com o consentimento do usuário.

Precisaria ser desenvolvido como um aplicativo nativo

Atualmente, os frameworks para desenvolvimento de aplicativos Híbridos, como o Ionic, não trazem consigo a capacidade de inicializar serviços e mantê-los em segundo plano dentro do Android, é uma limitação deste tipo de framework. Se o aplicativo for fechado, todo serviço inicializado por ele terá a sua execução encerrada. Logo, eu não poderia utilizar um Ionic ou PhoneGap neste projeto. Além disso, aplicativos nativos têm uma performance muito superior em relação os híbridos.

Não ter anúncios ou propagandas de qualquer natureza

Ao desenvolver aplicativos móveis cuja distribuição é gratuita, normalmente costuma-se recorrer a anúncios como uma forma de arcar com os custos de desenvolvimento e de proporcionar alguma renda ao desenvolvedor. Mesmo assim, anúncios costumam ser chatos e inconvenientes quase sempre. Obviamente, eu não gostaria de inserir propaganda logo num aplicativo usado em rotinas de leitura de artigos científicos, onde o usuário precisa está altamente focado. É algo que não ajudaria.

Algum tempo depois, estava pronto o aplicativo

Depois de vários dias no forno, eu finalmente consegui liberar o app na Google Play, dando a ele o nome de Galileu. Fiquei empolgado com a ferramenta porque seria algo que me facilitaria muito as coisas e me ajudaria a ter mais produtividade na leitura de artigos acadêmicos em inglês. A usabilidade do aplicativo é bastante simples:

leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês
leitura de artigos científicos em inglês

Também compatível com telas menores

O Galileu também é compatível com telas menores, muito embora a leitura de materiais acadêmicos ocorra mais em tablets.

luisfredgs

Conteúdos sobre Machine Learning, Deep Learning e mais

Luís Fred

Written by

Desenvolvedor Android/Back-end | Mestrando em Ciência da Computação na Universidade Federal de Pernambuco

luisfredgs

Conteúdos sobre Machine Learning, Deep Learning e mais