Geração Z e Millennials — Previdência é CRINGE?!

Elma Leite
Aug 10 · 3 min read

Reforma da Previdência (INSS) — O que mudou?

E se aposentar, é cringe? Já pensou nisso?

Segundo estudos realizados pelo CNDL/SPC Brasil e Banco Next, a Geração Z não se prepara para a aposentadoria: 75% não paga INSS nem possui uma previdência privada. As justificativas são: falta de renda (27%), acreditar que é cedo demais (27%), não ter dinheiro sobrando (24%) e não saber como guardar as economias (21%).

Aquele desconto que vem no seu contracheque todo mês mudou, você percebeu?

A Reforma da Previdência chegou em novembro de 2019 trazendo várias mudanças para o brasileiro conseguir a aposentadoria.

Antes da reforma era possível se aposentar por idade e por tempo de contribuição. Para se aposentar por idade era preciso que os homens tivessem 65 anos e as mulheres 60 anos. Já a aposentadoria por tempo de contribuição exigia que o tempo mínimo fosse de 30 anos de contribuição para mulheres e 35 anos para os homens.

Após a reforma, a aposentadoria apenas por tempo de contribuição não existe mais. Agora, a idade mínima para se aposentar é de 62 anos para as mulheres e 65 para os homens, além da contribuição de 15 anos para mulheres e 20 para homens.

Entre as principais mudanças, estão:

● fixação de idade mínima para se aposentar (65 anos para homens e 62 anos para mulheres);

● tempo mínimo de contribuição (15 anos para mulheres e 20 para homens no setor privado);

● regras transitórias para o trabalhador que já está no mercado de trabalho (vamos explicar melhor lá embaixo);

● valor da aposentadoria calculado com base na média de todo o histórico de contribuições do trabalhador (e não descartando as 20% das contribuições mais baixas, como feito anteriormente);

● o valor descontado do salário de cada trabalhador (quem ganha menos vai contribuir menos para o INSS; quem ganha mais vai contribuir mais).

Nova tabela do INSS para o cálculo do desconto, por faixas salariais (2021)

Vamos ver na prática: uma pessoa com salário de R$ 4.000 deverá calcular o valor do INSS em todas as faixas dessa forma:

1ª faixa: R$ 1.100 x 7,5% = R$ 82,50
2ª faixa: (R$ 2.203,48 — R$ 1.100) x 9% = R$ 1.103,48 x 9% = R$ 99,31
3ª faixa: (R$ 3.305,22 — R$ 2.203,49) x 12% = R$ 1.101,73 x 12% = R$ 132,20
4ª faixa: (R$ 4.000 — R$ 3.305,23) x 14% = R$ 694,77 x 14% = R$ 97,26

Somando tudo (R$ 82,50 + R$ 99,31 + R$ 132,20 + R$ 97,26) ficaria R$ 411,27 de INSS.

Regras Transitórias

As regras transitórias são uma espécie de “meio-termo” para os trabalhadores que já estavam contribuindo ao INSS antes da reforma, mas que ainda não concluíram os requisitos para dar entrada na aposentadoria.

O objetivo é permitir que os brasileiros profissionalmente ativos se aposentem antes da idade mínima estabelecida pela reforma. E o trabalhador poderá sempre optar pelo formato mais vantajoso.

Com a reforma, existem pelo menos 9 possibilidades de aposentadorias, regras de transição e cálculos que todo mundo precisa analisar antes de se aposentar:

1. Nova aposentadoria por tempo de contribuição e idade;

2. Aposentadoria com regra de transição somente da idade;

3. Aposentadoria com regra de transição com pedágio de 50%;

4. Aposentadoria com regra de transição com pedágio de 100%;

5. Aposentadoria com regra de transição dos pontos progressivos;

6. Aposentadoria com regra de transição da idade com tempo de contribuição;

7. Aposentadoria por tempo de contribuição pelo direito adquirido;

8. Aposentadoria por pontos pelo direito adquirido;

9. Aposentadoria por idade pelo direito adquirido.

Saiba mais sobre cada uma das regras, aqui.

Análises do IBGE mostram que a expectativa de vida ao nascer cresce a cada ano, com base em projeções demográficas que pesquisam a população como um todo, e à medida que a expectativa de sobrevida sobe, faz com tenhamos que trabalhar mais anos para ter o mesmo benefício.

Será que a previdência social ainda existirá em 2050?

Fontes:

G1

Istoé Dinheiro

Ingrácio Advocacia

M4U Tech

Somos uma empresa de pessoas fantásticas que desenvolvem soluções de pagamentos.

M4U Tech

Somos uma empresa de pessoas fantásticas que desenvolvem soluções de pagamentos.

Elma Leite

Written by

Há mais de 10 anos pensando em recursos mais humanizados.

M4U Tech

Somos uma empresa de pessoas fantásticas que desenvolvem soluções de pagamentos.