22. Propaganda

Enquanto todo esse sistema político-econômico se sustentar não apenas através do trabalho forçado, mas do uso dos seres humanos em todo tipo de serviços e experimentos: militares, farmacêuticos, acadêmicos e sociais; enquanto aceitarmos que nosso sustento advenha do uso das outras pessoas reduzidas a recursos humanos, obrigadas, descaradamente ou disfarçadamente, a alienar a sua livre vontade e vender seus corpos em troca de dinheiro, a renda básica será objeto de ridicularização, negação e até mesmo ódio.