Business Model Canvas — Como montar um modelo de negócio?

Quando você precisa montar um novo modelo de negócios, um Plano de Negócios se torna uma ferramenta inútil. O Business Model Generation Canvas, idealizado por Alexander Osterwalder, é uma ferramenta que lhe auxilia a modelar suas ideias e começar a testar seu modelo de negócios. Esta ferramenta deve ser desenhada como o quadro abaixo ou baixada e impressa diretamente do site dos desenvolvedores aqui:

canvas-business-model
post-it

Para preencher recomenda-se a utilização de post-its, porque a tendência é sempre trocar as informações conforme suas ideias evoluem ou os fatos se manifestem.

Isso ocorre porque o canvas, diferente do Plano de Negócios, é uma ferramenta dinâmica, que pode mudar a cada mês, semana ou dia, sendo necessário agilidade para preenchê-lo conforme o se negócio evolui.

Os campos de preenchimento do canvas não têm uma ordem obrigatória, mas é recomendado que se complete do meio para a direita e depois para a esquerda, seguindo do lado criativo para o analítico do cérebro.

Cérebro

O que inserir dentro de cada campo?

O próprio canvas tem dentro de cada parte perguntas que auxiliam em seu preenchimento, como segue:

Segmento de Clientes ( Customer )

  • Publico Alvo
  • Para quem estamos criando valor?
  • Quais são as características deste(s) segmento(s)?
  • Quem são os nossos potenciais clientes?

Preposição de Valores (Value Preposition)

  • Qual é a essência da minha oferta e o grau de atratividade para meu segmento de clientes?
  • Porque eles prefeririam minha proposta?
  • Quais são meus diferenciais?
  • Que pacotes de produtos e serviços que estamos oferecendo para cada segmento de clientes?

Canais (Channels)

  • Quais são os canais preferidos e ideais para fazer chegar nossos produtos e serviços?
  • Qual que é a Cadeia Logística a desenvolver e controlar?
  • Quais são os mais eficientes e de menor custo?

Relacionamento com o Cliente (Costumer Relationships)

  • Como será nosso relacionamento com o nossos clientes?
  • Que tipo de relacionamento espera e deseja nosso cliente?
  • Como será integrado junto ao resto do nosso modelo de negocio?

Receitas (Revenue Streams)

  • Quais serão nossas receitas?
  • Que valor os nossos clientes realmente dispostos a pagar?
  • Como cobrar de nosso cliente?

Recursos Chaves e Infraestrutura (Key Reslources)

  • Qual é a Infraestrutura Física e Virtual requeridos para os produtos e serviçosque estamos oferecendo? E para nossos canais de distribuição?
  • Qual são nossos Recursos Humanos Chave?

Atividades Chaves e Processos (Key Activities)

  • Quais principais Atividades que exigem nossa proposta de valor?
  • E nossos canais de distribuição? Nosso relacionamento com o Cliente?
  • E as fontes de receita?

Parcerias Chave (Key Partners)

  • Quais são os nossos principais parceiros?
  • Quais são os nossos principais fornecedores?
  • Os Recursos-chave que estamos adquirindo de parceiros?

Custos (Costs)

  • Quais são os custos mais importantes inerentes aos nossos negócios modelo?
  • Quais são os recursos-chave de maior custo?
  • Quais são as Atividades-chave de maior custo?
  • Quais são os seus custos Fixos?
  • Quais são os seus Custos Variáveis?
  • É possível diminuir estes Custos fazendo parcerias?

Repita até estiver pronto

O modelo de negócios deve ser sempre alterado, para que se adapte e gere maiores resultados e nunca se apaixone por uma ideia, ou isso irá lhe impedir de descartá-la quando for necessário.

Para ter uma ideia de como isso tudo fica, segue um exemplo do canvas da própria MARKframe:

Business Model Generation

E continua…

Vamos fazer uma série de artigos explicando melhor cada campo destes acima, assim conseguiremos evoluir cada vez mais em nossa modelagem de negócios.

processo de marketing