Conhecendo o mundo através de novas lentes

Formada em Comunicação Social e Radio TV, Angela vê o MasterTech como um gatilho para a sua independência profissional. Trabalhava como fotógrafa e conheceu o MasterTech através de eventos que fazia. Se encantou com a metodologia,

“Fugia de tudo que eu já tinha visto e feito ”

Antes de entrar no MasterTech, fez um curso bem básico de HTML e CSS. Isso facilitou a sua primeira semana no curso mas lembra que se descabelava quando não entendia algo durante a aula.

“Apesar de ter ficado bem nervosa comigo mesma, vi que só dependeria de mim.”

Durante sua experiência no MasterTech, Angela descobriu muito como ela aprendia. Quando não entendia qualquer coisa, o que ela realmente precisava era ir atrás, nem que fosse para sair da aula e estudar em casa o conceito básico.

Apesar de ter gostado do curso como um todo, a semana de IOT foi sua preferida.

“Sou curiosa mesmo, gostei tanto que pesquisei e encontrei muita coisa na internet.”

Além do conteúdo, as atividades marcaram a passada de Angela pelo MasterTech.

“Conhecer pessoas como Fabio Gandour, Sergio Gama, pessoas que mantenho contato ate hoje, fizeram a diferença.”

O MasterTech foi um divisor de águas na vida da fotógrafa. Acabou descobrindo como melhor aprendia, e descobriu um campo enorme de coisas que jamais iria descobrir que gostava se não tivesse tentado.

Escolheu a palavra independência para resumir o MasterTech.

Quando o MasterTech terminou, Angela foi indicada para trabalhar na PandoraLab, uma startup de equipamentos, know-how, programação, instruções e dicas de eletronica para pessoas de 8 a 108 anos. Hoje, ela aprende os conceitos básicos como o que é Arduino, Eletrônica, como montar robozinhos e transfere esse conhecimento através de tutoriais.

“Por tudo que eu vivenciei no MT, hoje, ensinar é uma forma de aprender e reinforçar tudo que eu sei. Não vou largar a fotografia, mas o MT me abriu um campo muito extenso pra explorar. Gosto muito dessa parte do hardware, e como as coisas funcionam. Não sabia que gostava tanto de eletrônica.”