Erros e acertos — faz parte!

Quem sou eu e por que vim contar a minha história

Para a pessoa que nunca pensou que estaria envolvida com a área de tecnologia, errei .

Sou a Beatriz, também conhecida como a Bia aqui no MasterTech, e vim contar a minha história para vocês. Meses atrás eu nunca imaginei que estaria onde eu estou, vivendo tudo isso que estou vivendo. Faço Administração de Empresas na Inglaterra e para as minhas férias, resolvi fazer um estágio fora da minha área.

Eu nunca tinha trabalhado. Então imagina o medo da pessoa quando começou a procurar o estágio de férias. Eu sabia que começar um estágio seria difícil, porque tem todo um processo de adaptação, como em qualquer passo que você dá em um contexto novo. Agora imagina, um estágio fora da sua área?

Quando mandei e-mail para a Ponte21, expliquei que o meu conhecimento era limitado ao Office, Photoshop e iMovie que usei para fazer os tais vídeos de final do ano na escola. De resto, nada. Expliquei que a vontade de conhecer além da tecnologia que eu usava todo dia veio de um projeto de que uma amiga estava fazendo para a faculdade. Despertou algo em mim que me deu vontade de conhecer mais. Aquela curiosidade de entender o por tras dos panos.

Iria ser um ´wild card´, iria. Eu não tinha experiência nenhuma, não tinha mas achei que era a hora de alimentar pelo menos, um pouco, dessa curiosidade.

Bom, acertei.

Vi que o foco da Ponte21 era fazer projetos em 8 semanas e por ser exatamente o tempo que eu tinha para estagiar, vi que seria uma experiencia que eu poderia pegar do começo ao fim.

Bom, as férias começaram e as minhas amigas que já estavam estagiando, em outras empresas, me contaram dos dias delas. Naquela hora, so conseguia pensar…

Ferrou!

Se elas estavam do jeito que estavam, na área que tem a ver com a faculdade que fazemos, imagina eu que estava prestes a entrar em um contexto completamente fora do que eu ja tinha visto na vida. Que bola fora hein?

Quando cheguei, pra minha surpresa, encontrei algo completamente diferente do que eu esperava.

Perdida, estava. Mas os dias foram passando e percebi que muitas pessoas passaram por exatamente o que eu estava sentindo; medo, incerteza mas ao mesmo tempo: oportunidade. E só conseguia ver essa oportunidade bem fora da minha zona de conforto.

Encontrei aqui várias historias de pessoas que não eram da área, não cursaram ciências da computação, e que vieram para o MasterTech para dar um gás ou mudar de área. Histórias que, inclusive, vou contar nos próximos posts.

Nas últimas semanas, contei para literalmente TODO MUNDO que conheço desse mundo que eu estava conhecendo. E agora resolvi compartilhar com todos que não conheço também que talvez têm essa curiosidade.

Então, seja bem vindo ao meu novo mundo temporário, talvez permanente.

Eu ainda não posso dizer se errei ou acertei mas posso dizer que dei START fora da minha zona da conforto. E você que se ve perguntando se isso é pra você?

Vai ficar nessa dúvida até quando?

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Beatriz Efeiche’s story.