Nunca vá ao Twitter depois de beber e outras dicas para políticos

Serão 550 mil candidatos em 2016. Ainda dá tempo de ajudar esse pessoal a se comportar

  1. Não vá ao Twitter depois de beber. Nunca.
  2. Um equívoco e um videozinho besta e sua campanha está destruída. Cuide das suas coisas e deixe as senhas em mãos seguras.
  3. Não finja. Ainda ouve rádio, faz anotações em bloquinhos e detesta Facebook? Tudo bem, sua presença na rede não precisa ser pessoal, precisa ser profissional.
  4. Prepare-se para apanhar. Na TV, nos seus comícios e na papelada você se acostumou a falar para plateia mudas, geralmente dóceis. A graça da web é que todo mundo pode falar, seu fãs e os outros.
  5. Contrate alguém com autonomia para falar por você. Defina limites de autonomia. É impossível fazer campanha e cuidar da aprovação de todos os posts em sites, Facebook, etc, etc…
  6. Com quem você quer falar? O que quer dizer? Não se engane pela aparente confusão, use a tecnologia para acertar.
  7. Antes de postar pense: alguém vai se interessar por isso? Alguém terá vontade de falar sobre isso para um amigo? Não trate seu canais digitais como mais uma alternativa para distribuir releases monótonos.
  8. Ouça os números (e respeite-os): você ouvia os especialistas quando não haviam os dados e a experiência era tudo. Não deixe de ouvi-los, mas perguntes sobre os dados e as estatísticas. No mundo digital tudo pode ser medido.
  9. Se não está no Google não está no mundo. Ok, em termos. Mas faça o teste saber para saber se sua campanha vai digital vai bem. Só comemore se o seu nome aparecer na primeira linha do Google.
  10. Audiência e engajamento. Uma grande audiência é um cinema lotado. Um grande engajamento é um cinema lotado de pessoas interessadas no filme. É melhor algumas pessoas prestando atenção do que uma plateia sonolenta.
  11. A audiência certa. Google, Facebook e Twitter permitem a criação de anúncios extremamente segmentados, para você falar com quem realmente quer falar.
  12. Imagem é tudo. Imagens respondem por mais de 80% das visualizações no Facebook e Twitter.
  13. Qualquer smartphone grava imagens e vídeos com ótima resolução para internet. Obrigue seus colaboradores a registrar encontros e outros eventos que possam ser usados em seus canais.
  14. Vídeo de casamento. Quantos pessoas aguentam ver vídeos de casamento? E um grande sucesso de Hollywood? Uma trama sensacional e gente linda se esgota em uma hora e meia. Na web, o vídeo de um político com mais de três minutos não será visto por ninguém a não ser que traga alguma revelação estarrecedora, ou picante
  15. Não se convenceu a entrar para valer na internet? Dê um Google, pesquise nas redes sociais e descubra o que seus adversários estejam fazendo. Só decida depois dessa pesquisa.