A deficiência de zinco e a queda de cabelos

Dr. Edison de Mello
Jan 23 · 4 min read

O zinco é vital para o funcionamento saudável dos nossos corpos e sua deficiência pode levar à queda de cabelos. Ele também é importante na multiplicação saudável de nossas células além da manutenção do equilíbrio dos nossos hormônios. O mineral otimiza a metabolização de vitaminas e proteínas que são essenciais para o crescimento dos cabelos.

No entanto, o zinco ao mesmo tempo é responsável pelo controle dos níveis do hormônio DHT, um composto químico derivado da testosterona, considerado o principal culpado pela calvície em homens e mulheres. Isso ocorre porque o DHT pode comprometer os folículos do couro cabeludo, fazendo-os encolher e assim causarem a calvície em homens e mulheres.

A razão pela qual a calvície pode acontecer tanto para homens como para mulheres é porque, embora inferior, as mulheres também têm uma certa quantidade de testosterona em seus corpos. Mesmo esta pequena quantidade pode permitir que o DHT seja responsável pela calvície feminina. Mas para os homens este é um problema mais recorrente, em decorrência dos níveis superiores de testosterona.

Mas até os níveis normais de testosterona — que podem ser medidos através de testes de laboratórios — podem ser responsáveis pela queda de cabelos. Isso acontece porque o equilíbrio hormonal precisa estar sempre ideal. Quando há uma queda no estrogênio (conhecido como ‘hormônio feminino’) ou na testosterona a queda de cabelos e calvície pode ocorrer.

Como o zinco afeta o crescimento dos cabelos?

É provada que a deficiência de zinco pode aumentar a produção de testosterona e desequilibrar a produção de DHT, ocasionando queda de cabelos e/ou calvície. Mas a boa notícia é que a suplementação de zinco tem se provado eficiente em reduzir os efeitos colaterais de sua deficiência. O suplemento oral do mineral — se feito de modo moderado — pode facilitar esse equilíbrio e diminuir a queda de cabelos. No entanto, é preciso manter um acompanhamento médico já que o excesso de suplementação não é saudável e pode levar a outros problemas, como deficiência de minerais, tais como o cobre, magnésio, ferro e manganês.

O que fazer?

Você precisa manter o equilíbrio certo de zinco em sua dieta. O desequilíbrio seja pela deficiência ou pelo excesso pode ser prejudicial para a sua saúde e causar a queda de cabelos. Você pode, através de uma dieta balanceada, ingerir o mínimo necessário de zinco sem ter a necessidade de suplementação.

Alimentos saudáveis ricos em zinco:

• Aves orgânicas, como peru e frango
• Gemas de ovo
• Nozes, amêndoas e castanhas
• Sementes e óleo de abóbora
• Gérmen de trigo
• Mexilhões
• Levedura de cerveja seca

Mas é importante ter em mente que o seu corpo só tem a habilidade de absorver 30% do zinco contido nos alimentos. Por isso, o suplemento pode ser uma alternativa importante. Existem diversos tipos de suplementos de zinco, e nem todos são absorvidos pelo corpo com facilidade. O mais comum é o sulfato de zinco que, infelizmente, não é absorvido com tanta facilidade.

O quanto é suficiente?

Homens maiores de 18 anos — 11mg (ingestão diária recomendada)

Mulheres maiores de 18 anos — 8mg (ingestão diária recomendada)

Observação: Se estiver tomando antibióticos ou medicações para pressão arterial, fale com o seu médico antes de iniciar a suplementação de zinco, pois ela pode afetar a absorção de alguns desses medicamentos.

Causas potenciais de cabelos finos:

Se você está considerando tratar seus problemas de cabelo com um suplemento de zinco, talvez seja importante começar observando as causas dos problemas de cabelo. Causas comuns de perda de cabelo incluem:

1. Calvície genética
2. Parto
3. Gravidez
4. Menopausa
5. Certos medicamentos, além da quimioterapia
6. Exposição à radiação ou quimioterapia para tratamento do câncer
7. Penteados específicos (rabos de cavalo apertados, tecidos e extensões)
8. Eventos emocionais traumáticos, eventos físicos ou estresse extremo
9. Alopecia areata é uma doença inflamatória que provoca a queda de cabelo
10. Alopecia cicatricial — onde doenças raras destroem o folículo piloso, substituindo-o por um tecido cicatricial, podendo causar uma perda permanente

Alguns medicamentos que possuem como efeito colateral a queda de cabelos:

1. Medicamentos para acne
2. Antifúngicos
3. Antibióticos
4. Medicamentos imunossupressores
5. Medicamentos para controlar a epilepsia
6. Medicamentos para o colesterol
7. Terapia de reposição hormonal
8. Esteróides

Como posso saber se tenho deficiência de zinco?

Apesar de ser possível notar os sintomas, a forma definitiva de diagnosticar é realizada através de exames de sangue, que medem os níveis de zinco. Lembre-se que os sintomas podem ser similares a outros problemas e ter um acompanhamento médico faz toda a diferença para ter uma visão ampla do problema.


Dr. Edison de Mello é carioca, médico integrativo, formado e radicado no Estados Unidos, certificado pelo Conselho Americano de Medicina Integrativa (American Board of Integrative Medicine) e também psicólogo licenciado pelo Conselho de Ciências Comportamentais da Califórnia (California Board of Behavioral Sciences). Acredita no tratamento do ser humano como um todo, na cura pela Medicina Integrativa.

Saiba mais em www.dredisondemello.com.br

Medicina Integrativa

A cura do ser humano em sua totalidade pela #medicinaintegrativa

Dr. Edison de Mello

Written by

MD-PhD Médico integrativo licenciado pelo American Board of Integrative Medicine

Medicina Integrativa

A cura do ser humano em sua totalidade pela #medicinaintegrativa

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade