Balanço de 2018 e planos para 2019

Quem anotou tudo na agenda vai ter mais facilidade para fazer o balanço do ano.

Nossa tendência é se deixar levar pela histeria coletiva: se os jornais e as redes sociais só nos contam más notícias, “2018 foi uma porcaria pra todo mundo, inclusive pra mim”. Mas já sabemos que essa não é verdade.

Primeiro a gente tem que se lembrar que, de acordo com os critérios de noticiabilidade, um fato negativo tem muito mais chances de virar notícia do que um fato positivo. Isso significa que o trabalho da maioria dos jornalistas é dar notícia ruim mesmo. Se você quer saber as boas, tem que procurar mídia especializada.

E de acordo com a incrível facilidade de adaptação do homo sapiens sapiens, transformar “limão em limonada” faz parte da nossa rotina. Quando a gente percebe um problema, já está pensando nas possíveis soluções, o que nos faz evoluir como indivíduos e, consequentemente, como sociedade. É por isso que, ao fazer seu balanço pessoal de 2018, você tem que focar na sua própria história e em como as adversidades estão transformando você em uma pessoa melhor.

Aqui no Melhorada Mente já contei como estar insatisfeita no meu trabalho me fez levar mais a sério meu plano de aposentadoria precoce. E recentemente também voltei a estudar para conseguir salários melhores e antecipar ainda mais a minha “aposentadoria”, quando poderei me dedicar 100% aos meus projetos pessoais, como meu blogs. Esses são apenas dois exemplos de como transformamos “limão em limonada” sempre que a vida fica azeda demais.

Um exercício prático

Mais dinheiro, mais conforto, mais lazer, mais realizações.

Eu abri uma página em branco da minha agenda 2018 e fiz uma lista com tudo de bom que fiz ou recebi em 2018. Coisas e fatos que me fazem sorrir. Comecei a lista há poucos dias e já tenho quase 30 itens.

Mudanças muito boas aconteceram envolvendo minhas famílias felina e humana, mas praticamente todos os itens da lista envolvem dinheiro. Como consegui quitar meu empréstimo consignado este ano, além de ter passado a investir regularmente, comprei muitas coisas das quais eu estava precisando.

Ter cancelado duas contas correntes para abrir uma conta digital, sem tarifas de transferência, também foi uma realização muito positiva e que me ajudou a economizar ainda mais. No geral, 2018 foi um ano em que me organizei financeiramente em vários aspectos.

Planejando o futuro

Escolhendo o próximo destino.

Depois de fazer a avaliação do ano atual, fica mais fácil planejar o ano seguinte de forma lúcida e realista. No meu caso, 2019 será um ano de continuidade, mas também quero novidades e atividades diferentes para o ano não ficar monótono.

Uma ideia que está anotada desde setembro é viajar mais pelo interior de Goiás e Minas Gerais. Pretendo conhecer pelo menos 12 cidades que não conheço ainda, intercalando turismo ecológico, cultural e histórico.

É provável que eu volte para a autoescola, mas desta vez quero fazer a prova da categoria A também. E como da última vez me faltou dinheiro para fazer os retestes, desta vez pretendo me organizar melhor nisso.

Também sei que quero continuar estudando. Talvez eu tente outra pós-graduação ou um mestrado, mas pode ser também que eu apenas faça cursos livres e cursinhos preparatórios.

E você? O que realizou em 2018? O que está planejando para 2019?

Se quer mais dicas de como se organizar, leia também:

Até mais!

Fotos: Pixabay