Seis versus Sete

Seres humanos
Frágeis mas agéis
Hábeis na lábia
Matam a alma
Lavam as salas
Lama nas valas

Observam em transe
Transeuntes sem antes
Que agora sem dantes
Precedem a derrota
Afrontam a vitória
E o que sobra?

Apenas reflexo
De miséria aparente
Observam ao longe
Absorvem aos montes
Aparentes semblantes
Descrentes de gente

Vampiros com sede
Não refletem o que sentem
Apenas o querem
Além dos discursos
Com gestos escusos
Sorriso obscuro

Para além do que se vê
Vê além de um amém?
Que doutrina e contém
E separa teus bens
Para si e os mantém
A pedido de outrem

Paraíso como presente
Pelo medo cultivado
Futuro distante
Passado adiante
Imperfeito que somos
Seremos um, mano, quando?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.