Os Gênesis da Família Macedo no Brasil

Notas Históricas e Genealógicas — Edição 10–2017

por: Eduardo Padilha dos Santos

Image for post
Image for post
Edir Macedo Bezerra e Ester Eunice Rangel — 1971 — Ao lado os pais de Edir Macedo — Foto Reprodução — Blog Universal

Prezado leitor!

Ao longo de alguns anos, tenho pesquisado troncos genealógicos, em especial das famílias do Nordeste (Alagoas/Pernambuco), como podem analisar nos artigos que antecedem a este. É possível visualiza-los em [Meu Legado].

Nestes últimos dias, estava lendo a obra “O Bispo, A história revelada de Edir Macedo”, e deparei-me com o seguinte informe;

“… Henrique Francisco Bezerra, pai de Edir, era alagoano de Penedo cidade do semi-árido de Alagoas.” [1]

NÃO, sabe quem é Edir Macedo? clique [Edir Macedo].

Pois bem, continuando ….

Que maravilha pensei! Oras, como qualquer pesquisador quando enxergamos uma brecha, mesmo sendo ábdito, já logo corremos atrás de investigar suas origens e cruzar com demais dados já pesquisados. E foi exatamente isso que fiz, pesquisei em minhas anotações sobre a família Bezerra de Penedo-AL.

A família Bezerra, é extremamente extensa (mesmo em Penedo), existem vários troncos de descendência em Alagoas muitos desses emigrados de Pernambuco no século XVIII, o tronco do qual Henrique Francisco Bezerra (pai de Edir Macedo) descende ainda estou em processo de conclusão, voltarei a falar desse em um outro momento, pois neste artigo tratarei sobre a ramificação de sua mãe Dona Eugênia de Macedo Bezerra, ou seja, a família Macedo.

Família Macedo

Topônimo de Portugal, sobrenome de origem geográfica, deriva-se de maçã mais o sufixo -edo e significa [plantação de maçã]. Também supracitado como cortesão tira da baixa latinidade matianeiu e apresenta a forma [Mazaedo] num texto de Inquisitiones. [2]

Origina-se esta família de Rui Martins de Macedo, senhor de Sanceris, que viveu no tempo de D. Diniz I, faleceu em 1325, rei de Portugal. Seu neto Martim Gonçalves de Macedo, na batalha de Aljubarrota (14.08.1385), socorreu ao rei D. João I, matando a Álvaro Gonçalves de Sandoval, cavaleiro castelhano que desarmava o rei. Seu solar em Macedo dos Cavaleiros, na comarca de Bragança, em Traz-os-Montes. [3]

No Rio de Janeiro, entre as mais antigas, a de Antônio de Macedo de Almeida, que deixou geração de seus dois casamentos: em 1658, no Rio de Janeiro com Maria Rangel; e por volta de 1666, no Rio de Janeiro com Maria Pais Ferreira, nasceu no Rio de Janeiro, em 1650, onde faleceu em 1727. [4]

Percebam, que a família MACEDO e RANGEL, já enlaçam no século XVII.

O genealogista Carlos Grandmasson Rheingantz, registra mais 13 famílias com este sobrenome, nos séculos XVI e XVII, que deixaram numerosas descendências no Rio de Janeiro e provavelmente uma dessas famílias é o tronco de onde descende Dona Eugênia de Macedo Bezerra, mãe de Edir Macedo Bezerra.

Em seguida demonstro a pesquisa realizada, trazendo a ascendência de Dona Eugênia de Macedo Bezerra, como também dados da Família IORIO, de onde está precede por linha materna, em companhia de sua arvore genealógica.

A PESQUISA

Image for post
Image for post
O casal Henrique Francisco Bezerra e Eugênia de Macedo Bezerra com os filhos — Foto Reprodução — Blog Universal

O Tronco

Dona Eugênia de Macedo Bezerra [segundo nome], também conhecida como (Geninha), nascida no Sítio do Abarracamento, na cidade pequena Rio das Flores, que ainda se chamava Santa Thereza, interior do Rio de Janeiro e divisa com Minas Gerais, filha de Eugênio de Macedo e Clementina Iorio da Silva. Casou com Henrique Francisco Bezerra, alagoano de Penedo, chegará com 32 anos de idade para trabalhar em Rio das Flores.

Nos 54 anos em que viveu com Henrique Francisco Bezerra, Dona Eugênia de Macedo Bezerra teve 33 gestações, sofreu dezesseis abortos e perdeu dez filhos prematuros e sobreviveram sete. Sendo eles: Eris, Elcy, Eraldo, Celso, Edna, Madalena e Edir (Didi). [5]

Arvore Genealógica — Família Macedo

Image for post
Image for post
Meu Legado — Arvore Genealógica, tronco Edir Macedo Bezerra

Assento de matrimônio

18.02.1889 — Henrique Correia da Silva, natural do Reino de Portugal e Domingas Iorio, natural da Itália, sendo esses, (trisavós) de Edir Macedo Bezerra.

Image for post
Image for post
FamilySearch — Parte1. [6]
Image for post
Image for post
FamilySearch — Parte2. [6]

por: Eduardo Padilha dos Santos

Nº 26= Aos dezoito dias do mês de fevereiro do ano do nascimento do Nosso Senhor Jesus Cristo de mil oitocentos e oitenta e nove, neste distrito de […] da Paroquia de Nossa Senhora da Glória município da cidade de Valença Província do Rio de Janeiro comparecerão no meu cartório Henrique Correia da Silva e Dona Domingas Iorio, e em presença das testemunhas abaixo o nomeadas e assinadas, […] certidão do Vigário Ladislau Alfonso de Sales Silva declaram: Que no dia treze do corrente mês as quatros horas da tarde na igreja matriz desta cidade foi celebrado o casamento segundo o regime de comunhão de bens de Henrique Correa da Silva idade quarenta anos, casado, negociante, natural do Reino de Portugal, filho legitimo de José de Carvalho e de Maria Loureto, com Dona Iorio, idade de vinte anos, filha legitima de Vicente Iorio, e de Congeta Santina Iorio, naturais da Itália moradores nas Flores. E para constar lavrei este termo em que comigo assinam os declarantes e as testemunhas Nicolau Guida, negociante e Manoel Pinto Siena [Ferreira], moradores ambos nesta cidade, e por não saber escrever, Li…], assinou a seu rogo Custodio Antônio da Silva. Eu José Augusto Escobar. Escrivão de […] escrevi. José Augusto Escobar, escrivão / Henrique Corrêa da Silva / Domingos Iorio / Nicolau Guida /Custodio Antônio da Silva.

Finalizando

Na pesquisa, encontrei muitos outros nomes a serem inserido nestes troncos tanto da família Macedo quanto da família Iorio, entretanto coloquei somente os principais nomes que nos levam a ascendência de Dona Eugênia de Macedo Bezerra.

Espero de algum forma ter contribuído.

Até a próxima…..

Eduardo Padilha dos Santos

Referências

[1] — [O Bispo, A história revelada de Edir Macedo, Christina Lemos & Douglas Tavolaro, pág. 38]

[2] — [Antenor Nascentes, II, 183]

[3] — [Anuário Genealógico Latino, I, 60]

[4] — [Carlos Grandmasson Rheingantz, II, 466]

[5] — [O Bispo, A história revelada de Edir Macedo, Christina Lemos & Douglas Tavolaro, pág. 42]

[6] — [ Registros civis, 1889–1949, FamilySearch, número do filme; 004365493]

Meu Legado - Genealogia Comprovada

O Meu Legado é uma coleção on-line totalmente gratuita…

Eduardo Padilha dos Santos

Written by

http://www.omeulegado.com.br

Meu Legado - Genealogia Comprovada

O Meu Legado é uma coleção on-line totalmente gratuita, tendo como proposta a Genealogia e História Familiar. Nosso objetivo é triplo: Genealogia, Comprovação e Historicidade.

Eduardo Padilha dos Santos

Written by

http://www.omeulegado.com.br

Meu Legado - Genealogia Comprovada

O Meu Legado é uma coleção on-line totalmente gratuita, tendo como proposta a Genealogia e História Familiar. Nosso objetivo é triplo: Genealogia, Comprovação e Historicidade.

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store