Chegamos para ficar

Por Lucas Junqueira, atleta paralímpico de Rugby em cadeiras de rodas

Meu nome é Lucas Junqueira, paulistano, atleta profissional de rugby em cadeira de rodas, formado em psicologia e apaixonado pelo esporte. Sempre fui fanático por esportes. Praticava desde futebol de botão ao Boxe.

Foto: Arquivo Pessoal

Em janeiro de 2009 sofri um acidente de mergulho na praia de Ponta Negra — RN. Fraturei a 5º e a 6º vértebra da coluna cervical e lesionei a medula. Fiquei tetraplégico e nos primeiros meses mal conseguia movimentar os braços. Cheguei a pensar que, na condição que eu me encontrava, umas das coisas que eu teria que abandonar seria o esporte.

Um mês após o acidente fui internado em um grande centro de reabilitação e foi lá que além de ser muito bem orientado sobre a minha lesão e os cuidados que deveria ter, fui apresentado a dezenas de esportes adaptados para pessoas com deficiência.

Cheguei a praticar natação, tênis de mesa, bocha e basquete em cadeira de rodas, mas o rugby em cadeira de rodas foi paixão a primeira vista! Força, estratégia, contato…Não teve como!

Foto: Arquivo Pessoal

Com 9 meses de lesão comecei em um time de rugby de São Bernardo do Campo — SP, e desde então o esporte só me trouxe alegrias! A prática do esporte ajudou muito na minha reabilitação! Pude aperfeiçoar e desenvolver alguns movimentos que fui recuperando com o tempo, melhor qualidade de vida e o mais importante, o esporte me trouxe autonomia e liberdade.

Hoje defendo com muito orgulho a Seleção Brasileira de Rugby em cadeiras de rodas e é uma honra estar em uma Paralimpíada em casa! Não será apenas eu que irei debutar nos Jogos Paralímpicos, mas também será a primeira vez do RUGBY BRASILEIRO em cadeira de rodas participar de uma Paralimpíada.

Estar presente neste momento ajudando o rugby brasileiro a fazer história é muito emocionante!

Ao receber a convocação oficial para estar presente no Rio 2016 foi um momento único em minha vida! Todos os sacrifícios, escolhas, treinamentos… Tudo valeu a pena para conquistar este pedacinho da história e realizar um sonho.

Trabalhamos duro e com o apoio do Ministério do Esporte, CPB, ABRC entre outros, conseguimos chegar até aqui! Agora é fazer o que nascemos para fazer, jogar com o coração e seguir todas as orientações e estratégias que nossa comissão técnica estudaram e desenvolveram para mais esta missão!

Nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 o Rugby Brasileiro enfrentaremos potencias do rugby mundial como a seleção do Canadá que hoje ocupa a 1ª colocação do ranking internacional, a seleção australiana que é a atual campeã paralímpica (Londres 2012), entre outras potências.

Foto: Arquivo Pessoal

O Brasil vem se preparando com treinamentos específicos e diversos campeonatos internacionais . O nosso objetivo nesta paralimpíada é fazer bons jogos contra estas seleções. Será a primeira vez que jogaremos com o ginásio lotado de brasileiros! A responsabilidade é gigantesca e tudo isso só nos dá mais vontade de estar lá representando nosso país!

Força, garra, determinação nós temos! Contamos com a torcida de vocês para juntos irmos mais longe! Vem com a gente! Deixa o RUGBY EM CADEIRA DE RODAS conquistar você também!

RUGBY BRASIL!!!

Foto: Arquivo Pessoal

Acesse o twitter, o facebook e o instagram do Brasil 2016. Estamos no snapchat! Procure por VaiBrasil_2016
Acesse também o twitter, o facebook e o instagram do Ministério do Esporte.