União de esforços das forças de segurança proporcionam ambiente adequado e seguro para a realização dos Jogos Rio 2016

Por: Mauro Sinott Lopes, General-de-Brigada, Comandante do Comando Conjunto de Prevenção e Combate ao Terrorismo (CCPCT)

Defesa-Militares em Deodoro — Foto Mario Tama-Getty Images

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, temos percebido o aumento da preocupação da população com as questões de segurança. E isso é perfeitamente compreensível, considerando que todos nós brasileiros queremos o sucesso da grande festa que terá nosso país como palco. Devido aos fatos ocorridos recentemente em outros continentes, uma das questões de segurança tem sido foco da atenção de todos que virão assistir aos jogos: a ameaça terrorista.

O Brasil é um país pacífico pela postura que adota no cenário internacional e não tem histórico de ataques terroristas em seu território. Porém, cabe ressaltar que uma das características dos grupos terroristas na atualidade é a busca pela visibilidade internacional. Os Jogos Olímpicos são uma “janela midiática” incrível em que os olhos do mundo se voltam para o país que hospedará o evento. Isso deve ser encarado com muita serenidade e indica que as forças de segurança têm de estar preparadas para esta ameaça.

Defesa-Tomaz Silva-Agência Brasil

A crescente integração das forças de segurança federais e estaduais com as Forças Armadas tem sido um dos maiores legados dos Grandes Eventos ocorridos no país. Ao longo desse ciclo aprimoramos nossa capacidade de operar em ambiente interagências, adquirimos maior experiência no planejamento deste tipo de operação, realizamos treinamentos conjuntos e ampliamos o conhecimento de nossos homens para as ações voltadas ao enfrentamento ao terrorismo. Assim, o alinhamento e a coordenação de esforços têm proporcionado às forças de segurança maior capacidade de perceber ameaças terroristas e de utilizar, com oportunidade, os meios mais adequados para proteger a população.

“As forças de segurança das diversas esferas nacionais têm unido esforços com as demais agências do País, todos com o principal objetivo de proporcionar o ambiente adequado e seguro para a realização dos Jogos Rio 2016”
Foto: Gilberto Alves/MD

Outra importante ação integrada é a sensibilização da população sobre a ameaça terrorista. Por meio de cursos de percepção da ameaça terrorista, tem-se buscado “abrir os olhos” da população para identificar atitudes e situações suspeitas. Atualmente, percebe-se que o povo brasileiro tem aumentado gradativamente sua percepção sobre o terrorismo, tanto pelas discussões sobre o tema exigidas pelos Grandes Eventos, quanto pelos atos terroristas recentes ocorridos em outros continentes. Esse fato é muito positivo na medida em que todo cidadão torna-se um vetor de segurança.

Desejo a todos bons Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.


Acesse o twitter, o facebook e o instagram do Brasil 2016. Estamos no snapchat! Procure por VaiBrasil_2016
Acesse também o twitter, o facebook e o instagram do Ministério do Esporte.