Aquele sobre ela

Diz que não sabe se expressar em palavras. Mas é poesia do sorriso ao cheiro. Da voz ao abraço. O mais belo soneto que tive o prazer de ler. Leveza traduz seus versos e liberdade justifica a sua existência. Quem a criou sabia que quem a lesse jamais a esqueceria.

Porque comigo seria diferente? Nessas palavras carrego ela. E mesmo que a memória um dia falhe, enquanto existirem essas palavras, ela existirá. Para todos aqueles que tiverem a sorte de observar nos encantos da sua existência a mais bela poesia que já vagou pelo mundo.

— Zwinglio

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.